Vitória da Conquista teve mais 306 casos confirmados de Covid-19 nesta quinta-feira (10) e registrou três mortes de moradores do município pela doença, todas ocorridas na semana passada. O total é 43.102 casos confirmados e 659 óbitos desde o início da pandemia.

De acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 41.524 pacientes já estão recuperados da doença e 919 se encontram em recuperação e aguardam a classificação final (investigação clínico-epidemiológico e/ou laboratorial) 1.287 casos suspeitos.

Os três óbitos registrados estavam em investigação laboratorial no Laboratório Central da Bahia.

657º óbito – Mulher de 76 anos, moradora do Centro, sem relatos de comorbidades. Foi internada no Hospital IBR e evoluiu para óbito no dia 5 de fevereiro.

658º óbito – Homem de 58 anos, residente do bairro Patagônia, possuía doença pulmonar crônica. Internado no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) no dia 26 de janeiro, faleceu em 5 de fevereiro.

659º óbito – Homem de 48 anos, morador do bairro Bateias, sofria de doença pulmonar crônica. Foi admitido no no dia 3 de fevereiro no HGVC e morreu no dia 4.

Ocupação de leitos – 55 pacientes estão internados nos 77 leitos SUS de Vitória da Conquista para pacientes com suspeita ou tratamento de Covid-19. Desses, 26 pacientes são moradores do município. Além disso, há 29 pacientes das seguintes localidades: Anagé, Aracatu, Barra da Estiva, Brumado, Caetanos, Camacã, Condeúba, Encruzilhada, Guanambi, Ibipitanga, Itapetinga, Itororó, Livramento de Nossa Senhora, Macaúbas, Malhada de Pedras, Mirante, Piripá, Presidente Jânio Quadros, Tanhaçu e Tanque Novo.

Clique aqui para conferir o boletim completo.

Notificação – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um canal on-line para notificação de casos suspeitos, o Notifica Covid-19, para que o cidadão possa fazer o seu autocadastro para monitoramento.

O Call Center da SMS passou por uma mudança e agora atende pelo número central 3429-3450. O Call Center funciona das 8h às 18h e também está disponível para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.