Os gerentes da Semdes, Yuri Lima e Tainá Lima fizeram o treinamento da equipe da educação

Para o atendimento às pessoas acolhidas nos abrigos provisórios disponibilizados pela Prefeitura, a Secretaria de Educação disponibilizou 28 trabalhadores das áreas de serviço social e psicologia para reforçar a equipe que fazem os atendimentos às famílias, enquanto durar a situação de emergência ocasionada pelas fortes chuvas.

Os técnicos atuarão na linha de frente, cadastrando, identificando as demandas de cada família e encaminhamento para providências junto a rede socioassistencial. “Os assistentes sociais e psicólogos da Educação estão vindo para somar os esforços da Assistência Social em atender as famílias que sofrem com os danos das chuvas”, explicou a gerente de Proteção de Média e Alta Complexidade da Semdes, Tainá Alves.

A recepção aos profissionais da educação aconteceu nesta terça-feira (28), no auditório do Centro Integrado dos Direitos da Criança e do Adolescente (CIDCA), onde foram passadas as informações para o atendimento às vítimas e tiradas as dúvidas quanto ao preenchimento do formulário do Ministério da Cidadania para situação de calamidades.