Oferecer música boa e de qualidade, de maneira totalmente gratuita, é um dos principais objetivos da Prefeitura de Vitória da Conquista ao promover, desde 1997, o Natal da Cidade. Prova disso são os renomados artistas que já passaram pelo palco do evento, a exemplo de Milton Nascimento, Zizi Possi e Guilherme Arantes.

Entretanto, o Natal da Cidade possui uma característica peculiar: oportuniza e valoriza os artistas regionais. Na noite dessa terça-feira, 23, quem subiu ao palco principal do Centro Cultural Glauber Rocha – ao lado dos artistas convidados da noite, The Fevers e Yamandu Costa – foi o vencedor do concurso Por isso é que eu canto, Filipe Sampaio, que tocando uma mistura de reggae e samba, fez uma apresentação que ficará guardada na lembrança emotiva do público e de sua trajetória.

“Antes de participar do concurso, o qual concorri ao lado de amigos e de pessoas que eu admiro, eu era bastante inseguro em relação à minha voz e à minha música. Então, a oportunidade foi mais do que fundamental para mim, porque fui julgado por pessoas do meio artístico que me concederam o primeiro lugar e fortaleceram a fé em mim mesmo. Agradeço a Prefeitura por investir em artistas da terra. Tocar nesse espaço bacana, nesse grande palco, com essa estrutura maravilhosa foi gratificante”, afirmou emocionado.

De volta pra casa –Retornando de uma temporada fora do Brasil, a conquistense Jeanne Bastos foi outra atração regional que se apresentou na quinta noite do evento. Ao lado de amigos músicos, também conquistenses, a cantora interpretou clássicos e fez um mix o qual ela nomeou “Momento”. “Reencontrar parceiros e poder me apresentar no Natal da Cidade é uma grande oportunidade e a Prefeitura está de parabéns pela organização e pela iniciativa. O show de hoje foi em homenagem a um amigo músico da região que faleceu este ano, Felipe Gomes, que se apresentaria com a gente. Espero que o público tenha aprovado”, considerou a intérprete.