Alunos do Caic participam da Olimpíada

Alunos da Rede Municipal de Educação de Vitória da Conquista participaram, na manhã desta terça-feira (5), da primeira fase da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP). Este ano a competição, voltada para os estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, está em sua 14ª edição.

Cerca de 9 mil alunos de 34 escolas públicas municipais participam do concurso, que tem como objetivos estimular o estudo da Matemática, revelar talentos e promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

Aluno surdo fazendo prova no Caic e sendo instruído em Libras

Segundo a coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Andiara Dias, iniciativas como essas são fundamentais no desenvolvimento dos estudantes. “Para os alunos da nossa Rede Municipal, a olimpíada é mais um incentivo ao estudo da Matemática, podendo contribuir para a melhoria da qualidade da educação, possibilitando aos alunos o acesso a um material didático de qualidade, que oportuniza o contato com o que é trabalhado em todo o país”, disse.

Participando pela primeira vez da OBMEP, Evelyn Alencar, aluna do 8º ano da Escola Municipal Frei Serafim do Amparo, destacou a importância da competição. “A matemática faz parte da nossa vida e está em todo o lugar, por isso precisamos estar mais envolvidos com ela”. Já João Victor Oliveira, aluno do 9º ano e um “veterano” em OBMEP, ressaltou: “é uma grande oportunidade, principalmente para quem gosta, de testar os conhecimentos”.

João Victor e Evelyn destacam importância da OBMEP

Professora de matemática do Centro Educacional Professor Paulo Freire (Caic), Patrícia Machado, vê a Olimpíada Brasileira de Matemática como mais uma forma dos alunos resgatarem conhecimentos aprendidos ao longo de toda a vida escolar. “Conteúdos que muitas vezes estão adormecidos na memória”, completou.

As provas da segunda fase acontecem em setembro e os alunos premiados serão conhecidos em novembro. Além de medalhas, os alunos premiados terão a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior, ligado ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).