Cerca de 100 alunos da Escola Municipal Padre Isidoro, do povoado da Estiva, estiveram nesta segunda e terça-feira (6 e 7 de maio) na Biblioteca Municipal José de Sá Nunes para um bate-papo sobre a importância da leitura e da escrita, preparando-os para participar do concurso de redação do projeto Lápis na Mão, realizado pela TV Sudoeste.

A gerente da biblioteca, Luciana de Azevedo, conta que a iniciativa foi da própria escola, que buscou promover esse momento com os alunos, provocando a criatividade e a ampliação da visão de mundo. “A ideia dessas conversas é fomentar nas crianças e adolescentes a importância da leitura, para abrir caminhos, para conquistar espaços, para ter um futuro mais produtivo”, diz.

“Nossa biblioteca está de portas abertas para essas propostas, estamos sempre abraçando tudo que promova a leitura e a aproximação da sociedade com a biblioteca”, completa o secretário interino de Cultura, Adriano Gama.

Na segunda, o bate-papo foi com o secretário municipal de Educação, Esmeraldino Correia, e na terça com o sargento Abisolon Pereira, com participação da produtora cultural Jeane Marie, que recitou um poema de Fernando Pessoa.

“Vim falar pra eles sobre educação para a vida e despertar eles para a leitura, para ler noite e dia, dia e noite, e conhecerem sua história local, para isso eles precisam ler, principalmente biografias”, afirma Abisolon, que também falou sobre a importância de se conhecer a comunidade onde vivem, a própria cidade e os personagens históricos que dão nome às ruas e praças de Conquista.

O PROJETO – Realizado pela TV Sudoeste com apoio da Prefeitura Municipal, o projeto Lápis na Mão tem como tema, em 2019, “Ler para pensar livre”. No ano passado, doze alunos da Rede Municipal de Ensino foram finalistas e dois deles ficaram entre os vencedores. Em 2017, quando as escolas municipais passaram a participar do concurso, também foram dois alunos da Rede Municipal de Ensino entre os vencedores.