O Acessuas oferta encontros e orientações voltadas ao mundo do trabalho no Centro Pop Adulto

Eu tinha sonhos como qualquer pessoa
Mas um dia fracassou
Tentei um dia me mudar
Para buscar melhor condição
Mas que engano da minha cabeça
Fiquei sem abrigo. Sem teto. Sem chão.

A poesia na parede do Centro Pop Adulto, assinada por Lupercínio Lima, fala das dificuldades das pessoas em situação de rua, usuárias do serviço em Vitória da Conquista. O retrato em forma de versos mostra que a situação de rua não é um desejo do indivíduo ou simplesmente uma vontade, como também fala da dificuldade por não se ter teto, emprego e oportunidades. São pessoas que um dia tiveram sonhos e planos.

Com o objetivo de resgatar essas expectativas, o serviço, em parceria com o Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho – Acessuas, promove encontros e orientações voltadas para quem tem interesse em regularizar sua situação, tirar documentos e encontrar uma oportunidade de trabalho. Nesta sexta (17), o assunto foi o tema de uma palestra com o tema “O Mundo do trabalho”.

“Essas ações têm motivado neles o desejo de trabalhar. Eles manifestavam querer um trabalho e então buscamos esta parceria com o Acessuas”, conta a gerente do Centro, Edinália Leite. Segundo ela, recentemente um usuário do serviço foi encaminhado para uma empresa e está em processo de contratação.

Segundo o psicólogo Mauro Pales, que atua na coordenação do Acessuas Trabalho, o programa desenvolve ações voltadas ao mundo trabalho com o intuito de inserir pessoas em situação vulnerabilidade e/ou risco social no mundo do trabalho por meio de diferentes ações. “Muitos deles têm alguma experiência ou alguma habilidade que podem ser aproveitadas por algumas empresas locais. O Acessuas faz essa ponte entre o mercado de trabalho e as qualificações que são ofertadas”, explica.

“É preciso falar da importância do trabalho enquanto uma promoção da dignidade, é quando a pessoa consegue ter uma valorização e vislumbrar caminhos de mudança de vida. Nossa proposta é dar a essas pessoas significado a suas vidas através do trabalho”, acrescenta.

Entre os ouvintes da palestra estavam pessoas com experiência de trabalho, que já atuaram como jardineiro, pedreiro, eletricista e coveiro. No Centro Pop, eles são orientados a fazer um currículo e como atualizar carteira de trabalho ou tirar o RG, por exemplo, e também encontram oportunidades para fazer cursos de atualização ou de reciclagem.

Diariamente, o Centro Pop Adulto, atende entre 35 e 40 pessoas em situação de rua. O Acessuas Trabalho e o Centro Pop Adulto estão vinculados à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.