Uma equipe formada pela Vigilância Sanitária e Vigilância Sanitária Ambiental de Vitória da Conquista está realizando a inspeção emergencial dos abrigos que estão recebendo as famílias desabrigadas por conta dos alagamentos. Nesta tarde (27), as escolas municipais Marlene Flores (Lagoa das Flores) e José Gomes Novais (Assentamento Baixão) foram vistoriadas com o objetivo de garantir conforto e prevenir doenças.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Maicon Mares, explica que o órgão está observando as questões estruturais, sanitárias e uma análise profunda “para garantir maior conforto as famílias, como a manipulação, armazenamento e acondicionamento de alimentos para o consumo das pessoas”.

A Vigilância Sanitária Ambiental faz a coleta da água e a amostra é enviada para análise do Núcleo Regional de Saúde. “Esse exame é de grande importância, em especial quando destinada ao consumo humano, nos dando segurança se a água distribuída é de confiança, ou seja, está isenta de microorganismos ou substâncias químicas que podem ser prejudiciais à saúde das pessoas”, diz Maicon.

A Escola Marlene Flores abriga, no momento, 12 famílias com 49 pessoas, já a José Gomes sete famílias com 22 pessoas. Amanhã, a equipe inspeciona o abrigo em Campinhos e a escola em Pradoso que está disponível para receber as famílias que necessitem de abrigo.