Instituída por meio da Lei nº 12.821/2013, a nova data se insere no período da Semana Nacional do Trânsito

Qualquer pessoa que transite pelas ruas e avenidas de Vitória da Conquista, seja como pedestre ou não, está habituada a ver a ação dos agentes de trânsito. No entanto, são poucos os que se atentam para a importância do trabalho que esses profissionais realizam diariamente nas vias públicas de qualquer cidade brasileira. A fim de reforçar institucionalmente o reconhecimento que deve haver por essa atividade, a Presidência da República sancionou, no dia 5 de junho de 2013, a Lei nº 12.821. Com isso, instituiu-se a data de hoje, 23 de setembro, como o Dia Nacional dos Agentes de Trânsito.

Silva: “Facilitando a acessibilidade de todos”

O Código de Trânsito Brasileiro, criado em 1997, é a lei que regulamenta o trânsito em todo o território nacional. Mas é responsabilidade de cada município gerenciar o funcionamento do trânsito dentro de seu território. “A figura do agente é imprescindível. É ele quem organiza o trânsito e o torna mais humano, além de fazer cumprir o Código de Trânsito Brasileiro”, observou o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Luis Alberto Sellmann.

‘Trabalho social’ – O agente de trânsito Alexandre Silva desempenha essa função em Vitória da Conquista há cinco anos. Assim como todos os seus colegas, ele assumiu o cargo após ter sido aprovado em concurso público. Logo depois de receber a devida nomeação, Silva passou por um treinamento intensivo, com carga de 420 horas. Ali, teve acesso a um conteúdo diversificado, que tratou de legislação de trânsito, relações interpessoais, noções de primeiros socorros, etc. Só depois disso é que foi escalado para o trabalho prático nas ruas.

Petinga: “É um trabalho social, e não só fiscalizador”

“O agente de trânsito está no dia a dia para facilitar a acessibilidade de todos os usuários da via pública, fazendo a travessia de pedestres, dando fluidez ao tráfego, fiscalizando, orientando e oferecendo informações aos cidadãos”, explicou o agente Silva, que já participou de capacitações oferecidas pela Prefeitura e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Anderson Petinga é mais recente na função de agente de trânsito. Começou no cargo há cerca de um ano e meio, mas garante já ter compreendido o significado das responsabilidades que têm nas mãos. “O nosso papel fundamental é a fiscalização, e isso se baseia na nossa lei maior, que é o Código de Trânsito Brasileiro. Procuramos transformar essa teoria em prática na via”, resumiu Petinga.

O agente faz questão de acrescentar, ainda, o fato de que, embora a fiscalização seja a parte mais conhecida pelas pessoas, as atribuições desse servidor são bem mais abrangentes. Envolvem, por exemplo, garantir a segurança dos pedestres e, especialmente, a das pessoas com mobilidade reduzida. “Por exemplo, se há uma pessoa cadeirante, devemos ajudá-la a fazer a travessia. É um trabalho social também, não só fiscalizador”, garantiu Petinga.

Semana Nacional do Trânsito – Por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, a Prefeitura de Vitória da Conquista desenvolve, entre os dias 18 e 25, uma série de atividades em consonância com a Semana Nacional de Trânsito. A campanha local traz o tema “Velozes e inconsequentes: bebida e direção, não se afogue nessa ilusão”. Durante esse período, estão sendo realizadas, em escolas da cidade, apresentações teatrais que incentivem cuidados no trânsito e redução de acidentes.