Ao participar, na manhã desta segunda-feira (20), da mesa de abertura da 10ª Conferência Municipal de Saúde, transmitida ao vivo pelo canal da Prefeitura no YouTube, com as presenças da secretária municipal de Saúde, Ramona Cerqueira, e da conselheira do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Suzana Ribeiro, a prefeita Sheila Lemos destacou a importância de se ter um governo, uma sociedade e um conselho de Saúde engajados e atuantes no compromisso social de fazer avançar a saúde no município. “O nosso desejo é que possamos fomentar a qualidade na saúde em todas as etapas e modalidades, com a melhoria do acesso aos serviços pela população e da qualidade das ações”, afirmou a gestora.

Ainda segundo Sheila, para o ano que vem o planejamento estratégico para a área da saúde em Vitória da Conquista é promissor. “Essa foi a pergunta que nos norteou ao construir o nosso plano de ações: qual o SUS que queremos? E a resposta é que queremos um SUS com Atenção Básica estruturada e isso é primordial. Por isso, em 2022 vamos investir nas reformas das unidades de saúde, com investimentos de R$ 1,5 milhão”, disse a gestora, que anunciou, ainda, o credenciamento de médicos a partir de janeiro, para ampliar o atendimento nas unidades de saúde do município.

A 10ª Conferência Municipal de Saúde, realizada pelo Conselho Municipal de Saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), começou ontem com uma palestra da presidente do CMS, Lúcia Dórea que destacou a importância da participação da população no âmbito da política de saúde e foi aprovado o regimento do evento, que prossegue durante a tarde e amanhã (21), com trabalhos em grupo, discussões, leitura e votação das propostas, sempre ao vivo pelo canal da Prefeitura no YouTube.

A conferência deliberará todas as propostas para a construção do Plano Municipal de Saúde que projetará as ações do Governo Municipal para os próximos quatro anos. Por isso, a conselheira municipal de saúde, Suzana Ribeiro, reforçou a importância da participação popular para garantir o fortalecimento da Atenção Básica e do Controle Social. “Nós queremos convocar toda a população conquistense para participar dessa construção, não somente na conferência, mas também nos seus bairros, nas suas unidades de saúde, através dos conselhos locais, usando seu poder de voz e de fala e garantir sua ação que é transformadora”, ressaltou a conselheira.

Hoje, a palestra magna foi conduzida pelo epidemiologista Wanderson Kleber de Oliveira, secretário de serviços integrados de saúde do Supremo Tribunal Federal, que abordou sobre o tema central da Conferência, que é “O SUS que queremos: desafios de hoje, perspectivas de amanhã”. O epidemiologista falou sobre a sua experiência no enfrentamento da pandemia da Covid-19, mostrando dados epidemiológicos e os bons resultados obtidos com a vacinação da população.

“O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que assumiu o desafio de ter um sistema universal, público e gratuito de saúde. Enfrentar uma pandemia sem o SUS seria uma barbárie. Com o SUS já está sendo difícil dado a todo negacionismo e arrogância tão elevados que coloca toda a conquista a prova. Mas o SUS é forte e estamos vendo isso por meio dos resultados”, afirmou o palestrante.

 

Veja na integra a abertura oficial da Conferência realizada na manhã desta segunda-feira (21).