Servidores municipais e representantes de organizações da sociedade civil que atuam com população em situação de rua participam, hoje e amanhã (14) de uma capacitação sobre o projeto Moradia Primeiro. Instituído pelo Governo Federal em agosto do ano passado, o Moradia Primeiro visa oferecer residência temporária para pessoas que estão em situação de rua há mais de cinco anos.

A capacitação é promovida pelo Movimento Nacional da Pessoa em Situação de Rua (MNPR), com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Socual (Semdes) e é dividida em duas etapas. A primeira acontece no auditório da Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente até esta terça-feira e a segunda está prevista para os dias 27 e 28 de junho.

Além de informações sobre o projeto, que entre outros pontos, prevê apoio individualizado e domiciliar, suporte para acesso a políticas públicas e cursos profissionalizantes, os participantes da capacitação têm a oportunidade de conhecer mais o MNPR e as lutas dos integrantes do movimento.

Para o coordenador do MNPR em Vitória da Conquista, Clodoaldo Conceição, tratar da moradia para pessoas em situação de rua é muito importante. “A nossa maior luta é luta o resgate social e a gente hoje consegue isso com habitação e capacitação que nos permitirá conseguir trabalho e termos a nossa renda”, afirmou.

A coordenadora municipal de Proteção Social Especial da Semdes, Cássia Lucena, explicou que primeiro é preciso entender o projeto para depois pensar na implantação. Cássia também explicou que o próximo passo será a realização de um diagnóstico completo da população em situação de rua.