Usuários e trabalhadores de serviços públicos municipais, assim como entidades não governamentais, que atendem à população em situação de rua participam do seminário “Controle Social e Serviços: intersetorialidade para pessoas em situação de rua”.

Promovida pela Prefeitura de Vitória da Conquista, em parceria com a Casa do Andarilho, a iniciativa pretende capacitar lideranças da população em situação de rua e profissionais sobre as políticas públicas, inclusive aquelas ligadas à área de assistência social. “A ideia é que os usuários dos serviços conheçam esses serviços, que deles se empoderem e tenham condições de cobrar melhorias no atendimento”, declarou Neia Aragão, que trabalha na Casa do Andarilho.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Michael Farias, destacou o compromisso do Governo Municipal em conhecer cada vez mais os interesses e necessidades da população. “Essa é uma iniciativa pioneira, extremamente importante e estratégica para o que vem sendo pensado no Sistema Único de Assistência Social. Queremos avançar e estar mais perto dessas pessoas que são detentoras de direitos”, disse.

Além de palestras, o seminário conta com grupos de trabalho que discutirão questões sobre segurança pública, assistência social, saúde, habitação e trabalho e renda. Para conduzir o encontro, o representante do Fórum Permanente Estadual de Pessoa em Situação de Rua, Adalto Leite, foi convidado.

Adalto explicou que, ao final do seminário e como resultado dos debates, será elaborado e encaminhado um documento para o Governo Municipal. “Esse é um momento histórico, pois a Prefeitura traz os usuários dos serviços não como objetos das ações, mas como pessoas que contribuirão com as suas experiências; além disso, queremos a partir deste seminário, formar o Núcleo do Movimento da Pessoa em Situação de Rua nesta cidade.”

O seminário segue durante todo este sábado (18), no Centro Pop Adulto. “Estou muito feliz, porque durante muito tempo venho lutando nesse movimento de articulação das pessoas em situação de rua”, festejou Clodoaldo da Conceição, representante dos usuários do serviço.