O Unicef, órgão da Nações Unidas que tem a missão de defender e proteger os direitos de crianças e adolescentes em todo mundo, mantém com Vitória da Conquista uma relação estreita e permanente, e poderá apoiar essa parceria a partir da criação de uma plataforma on-line voltada à capacitação dos integrantes da rede de Assistência Social local, que poderá servir de parâmetro para outros municípios apoiados pela entidade.

O assunto foi discutido ontem (5), em Salvador, quando o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Michael Farias, foi recebido em reunião pela chefe do escritório do Unicef na Bahia, Helena Oliveira. Segundo Michael a plataforma será um grande passo para a consolidação de todo o processo de implementação da Lei 13.431/2017 (Lei da Escuta Protegida) em Vitória da Conquista. “Servirá para a disseminação de conteúdos teóricos e metodológicos necessários a uma atuação não revitimizante por parte dos profissionais da rede”, explicou o secretário.

Helena e Michael

Referência

O Unicef contratou a jornalista Flávia Oshima para sistematizar a experiência do município nas ações referenciais para o atendimento integrado de crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência. Esse material, servirá de base para outros municípios brasileiros. O Unicef financiará a impressão do material, como também produzirá material audiovisual contando a história da implementação da lei em Vitória da Conquista.

Para Michael, a garantia desse investimento financeiro do Unicef potencializará a rede de proteção local, pois “esse material servirá de base para a atuação de todos os profissionais que trabalham na rede de atendimento de crianças e adolescentes”.