Na manhã desta terça-feira, 8, no Gabinete Civil da Prefeitura, a Administração Municipal deu continuidade às discussões referentes ao Projeto de Acolhimento aos servidores que terão contratos rescindidos em virtude do cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Governo Municipal e o Ministério Público Estadual. O projeto visa proporcionar ao servidor que será desligado segurança na escolha profissional.

Mais uma vez, o encontro contou com a presença de representantes do Banco do Brasil, Banco do Povo, Caixa Econômica Federal e de organizações de intermediação de mão-de-obra e qualificação profissional (Sebrae, Senac e Sine Bahia).

De acordo com o coordenador de Gestão de Pessoas, Gustavo Leão, a reunião serviu para organizar um futuro encontro com os servidores que terão os contratos rescindidos. “Nesse encontro, cada entidade vai apresentar seus serviços para que a gente possa dar um encaminhamento para o servidor. Seja para uma oportunidade como microempreendedor individual, seja para encaminhar para outra vaga no mercado de trabalho ou para uma qualificação”, explica Gustavo.

O encontro está previsto para ser realizado nos dias 14, 15 e 16 na Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre). Durante a manhã, serão feitas as apresentações das entidades e, à tarde, serão ministradas oficinas para viabilizar atendimentos específicos.