Os defensores parabenizaram o Governo Municipal pelo investimento em políticas públicas para infância e adolescência

Com o tema “Implantação do Complexo de Escuta Protegida em Vitória da Conquista e a definição dos fluxos e protocolos para o atendimento integrado”, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) e a ChildHood Brasil realizaram na manhã da última terça-feira (7) uma reunião virtual com o Defensor Público Geral do Estado da Bahia, Rafson Ximenes.

Participaram também os defensores públicos: Gisele Aguiar Ribeiro Pereira, Ana Luiza Brito, Luciano Trindade Rocha e José Raimundo Passos Campos, a coordenadora da Rede de Proteção e Defesa da Criança e do Adolescente Camilla Fischer, o consultor da ChildHood Brasil Benedito do Santos e o secretário de Desenvolvimento Social Michael Farias.

Durante o encontro virtual, a Semdes informou aos defensores sobre a construção do Complexo de Escuta Protegida de Crianças e Adolescentes vítimas ou testemunhas de violência. A Childhood Brasil falou sobre os fluxos e protocolos a serem criados e como será realizada a capacitação dos integrantes da rede municipal de proteção à criança e ao adolescente vítima e testemunha de violência. “A implementação da Legislação que trata da escuta protegida de crianças e adolescentes é uma questão prioritária no município. Entendemos que a participação da Defensoria Pública Estadual se faz estratégica na definição dos fluxos e protocolos que estão sendo construídos coletivamente, considerando o papel de destaque desse importante órgão na garantia de direitos fundamentais desse público”, destacou o secretário Michael Farias.

Segundo o Defensor Público Geral da Bahia, Rafson Ximenes, a Defensoria terá participação no Comitê Municipal de Gestão Colegiada da Rede de Cuidado e de Proteção Social das Crianças e dos Adolescentes Vítimas ou Testemunhas de Violência , fazendo o possível para colaborar com este processo. “A gente acredita que é imprescindível a nossa participação para uma proteção efetiva da infância e da adolescência. Essa é uma pauta que nos interessa e já temos feito muitas ações nessa área aqui na Bahia. Agradeço a Prefeitura de Vitória da Conquista por esse diálogo e coloco a Defensoria Pública a inteira disposição”, destacou Rafson.