A Prefeitura de Vitória da Conquista montou uma estrutura para receber as famílias que tiveram suas casas atingidas pelas fortes chuvas e ficaram desabrigadas. Na Lagoa das Flores, um dos mais afetados, uma parte da força-tarefa criada para monitorar e atuar nos locais atingidos, distribui alimentos e marmitas para cerca de 40 desabrigados, que estão alojados na Escola Municipal Marlene Flores.

Telma de Jesus Rocha (47 anos) e mais sete membros da família, que moram na Rua Maneca Santos, já estão no abrigo desde o meio da tarde. “Na minha rua nós ficamos alagados e aí trouxeram nós pra aqui para dar abrigo a nós esses dias e com Deus na frente eu creio que vai ter melhora”, comenta a recém abrigada, após receber sua quentinha, roupas e colchão.

Neste momento, mais um abrigo está sendo montado no bairro. Desta vez, na Escola José Gomes. Estão montados mais seis abrigos nas áreas com maior incidência de risco de alagamento e quatro pontos de arrecadação de donativos.

ABRIGOS NAS ÁREAS COM MAIOR INCIDÊNCIA DE RISCOS DE ALAGAMENTOS

ZONA URBANA

– CAMPINHOS
ABRIGO: ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA CELINA DE ASSIS CORDEIRO

– LAGOA DAS FLORES:
ABRIGO: ESCOLA MUNICIPAL MARLENE FLORES

ZONA RURAL:
– CHOÇA
ABRIGO: ESCOLA MUNICIPAL ROBERT KENNEDY

– ITAPIREMA
ABRIGO: IFBA

– PRADOSO:
ABRIGO: ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ RODRIGUES DO PRADO

PONTOS DE ARRECADAÇÃO DE DONATIVOS

ZONA LESTE:
ESCOLA MUNICIPAL MÁRIO BATISTA (URBIS I)

ZONA OESTE:
CAIC – CENTRO MUNICIPAL PAULO FREIRE (URBIS IV)
COLÉGIO PAULO VI

CENTRO:
SECRETARIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS/CEASA
CÂMARA DE VEREADORES/RUA CORONEL GUGÉ

ZONA SUL:
CRECHE PRÓ INFANCIA HELEUSA CÂMARA, VILA AMÉRICA
COMUNIDADE VIDEIRA, AV. FILIPINAS, PRÓXIMO AO HOSPITAL DE BASE