Roda de capoeira

Tecidos coloridos e muita música marcou o fim das atividades do Novembro Negro, campanha promovida pela Prefeitura de Vitória da Conquista em homenagem ao dia da consciência negra, comemorado no último dia 20. As apresentações de sirê, maculelê, roda de capoeira e oficinas de turbantes e penteados afro aconteceram na Praça 9 de novembro durante a tarde desta terça-feira (30) e encerraram a programação.

Segundo a coordenadora de Igualdade Racial, Olinda Pereira, as atividades do Novembro Negro fomentaram a conscientização sobre os valores da cultura africana. “Fechar as atividades com siré na praça, capoeira e coroando as pessoas com turbantes, é resgate das nossas pertenças e o símbolo que seguimos na resistência. É uma certeza de que nosso governo está comprometido”, destacou.

Oficina de turbantes

A estudante de 21 anos, Heloísa Costa, que passeava pelo centro, contou que se encantou com a ação: “eu vim resolver umas coisas e vi essa ação acontecendo, a música me chamou. Muito interessante, adorei”.

A campanha, que foi intitulada de “Novembro Negro: União e Resistência”, realizou, durante todo o mês, atividades, lives, oficinas, rodas de conversas e ações para promover a cultura afro e o debate sobre as questões étnico-raciais.