Atendimento do CRAV

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), 51,1% da população brasileira são do sexo feminino. O dado representa 4,8 milhões de mulheres a mais que homens no país. Ainda assim, as mulheres continuam sendo vítimas de violência. O Brasil é um dos países com mais vítimas de feminicídio no mundo.

Diante dessa constatação, o Centro de Referência Albertina Vasconcelos (Crav) e a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) levaram informações e prestaram atendimento no Centro Glauber Rocha, nesta quarta-feira (8) – Dia Internacional da Mulher – para orientar as mulheres sobre como denunciar casos de violência doméstica.

“Além da ação de hoje, o Crav realizará uma programação durante todo mês de março, com o tema ‘Somos por todas, somos por cada uma’, levando informações sobre violência contra as mulheres e também sobre a importância dos direitos já conquistados e a busca por mais equidade no Brasil, onde somos maioria, mas ainda ocupamos poucos espaços na política e nas chefias de empresas”, explicou a coordenadora de Políticas para Mulheres, Dayana Evelinne Andrade.

Equipe da DEAM

A equipe da Deam esclareceu a população feminina sobre seus direitos, como acionar a delegacia, quais serviços são oferecidos, tirando dúvidas sobre alguns crimes como violência doméstica, que pode ser denunciado por qualquer pessoa acionando o 190 ou ligando para o 180. “Além do atendimento aqui no Glauber Rocha, a Polícia Civil, juntamente com a Polícia Militar, realizou neste 8 de Março, duas blitz de conscientização para esclarecimento de dúvidas sobre a rede de proteção à mulher e também divulgando o evento de hoje”, esclareceu a delegada adjunta da Deam, Taciane Vasconcelos.

Maria Aparecida Fagundes, de 60 anos, visitou o estande do Crav e se informou sobre o atendimento às mulheres vitimas de violência. “Muito bom saber que Vitória da Conquista conta com este atendimento. Eu conheço mulheres que passam por isso, bom saber que posso orientá-las a buscar este serviço”, declarou Maria, que também elogiou a Prefeitura pela realização do evento.