O psicólogo Mauro Pales falou sobre o empreendedorismo jovem

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, por meio do programa federal Acessuas Trabalho, desenvolve, desde 2018, o Programa de Orientação Profissional para jovens com 14 anos ou mais que frequentam os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) nas zonas urbana e rural de Vitória da Conquista.

Em Bate Pé, os jovens participaram de sete encontros onde foram abordados, entre outros temas, a “Elaboração do Currículo” e “Como se Portar em uma Entrevista de Emprego”, tópicos importantes para quem está iniciando sua carreira profissional. No último encontro, que aconteceu na última quinta-feira (6), o tema debatido foi o “Empreendedorismo Jovem”, apresentando algumas características importantes para se tornar um bom empreendedor: iniciativa, liderança, flexibilidade, comunicação e a atualização de conhecimento.

Durante a oficina, o psicólogo e técnico do Acessuas Trabalho Mauro Pales apresentou aos jovens o Plano Progredir, ferramenta online do Governo Federal para pessoas registradas no Cadastro Único, onde são oferecidos mais de 500 cursos online, financiamento para jovens empreendedores e balcão de vagas de emprego. “Este não foi o último encontro com os jovens de Bate Pé. Encerramos apenas uma etapa, ainda teremos novos encontros para discutirmos o Jovem Aprendiz”, ressaltou Mauro.

No encontro, cada participante apresentou uma ideia inovadora e, para Weber Rodrigo Gonçalves de Araujo (16 anos), o momento foi de muita aprendizagem: “o curso foi muito bom, aprendi coisas importantes como me comportar numa entrevista, preparação do currículo. Eu tive uma ideia muito boa e espero poder desenvolvê-la”, destacou Weber.

Ao final todos receberam seus currículos impressos e uma ficha de cadastro para o Jovem Aprendiz do CIEE

No final do encontro, cada jovem recebeu uma cópia de seu currículo e uma ficha de inscrição de Jovem Aprendiz do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Para a gerente do Creas Rural de Bate Pé, Adriana Marinho, o Acessuas Trabalho veio para somar às atividades já ofertadas pelo serviço. “Essa iniciativa do POP é muito boa, principalmente para os jovens da zona rural que têm pouco acesso a este tipo de informação”, avaliou Adriana.