Com o intuito de fortalecer a Rede de Proteção e a Atenção à Mulher e a Política de Assistência Social do município, a Prefeitura de Vitória da Conquista autorizou, na noite desta terça-feira (28), o início da construção da Casa Rosa (Unidade de Acolhimento da Mulher).

Antes de assinar a Ordem de Serviço, o prefeito Herzem Gusmão afirmou: “A Casa Rosa é verdadeiramente uma conquista. Nós cumprimos esse compromisso com as mulheres. A nossa casa será a melhor, a mais bem equipada do nordeste brasileiro; temos essa obrigação de amparar as mulheres para que Vitória da Conquista seja referência”.

Representando a Câmara Municipal de Vereadores, Nildma Ribeiro destacou que dos 403 municípios baianos, apenas três tinham esse equipamento. “Agora Vitória da Conquista vai integrar esse pequeno grupo. Nos sentimos honrada com esta Casa Abrigo. É uma conquista para todas nós mulheres. Que lá essas mulheres possam ser empoderadas para sair desse ciclo de violência”, completou a vereadora.

Na Casa Rosa, as mulheres abrigadas terão a garantia da preservação de sua integridade física e emocional e o auxílio no processo de reorganização de sua vida e resgate de sua auto-estima. Para a delegada especial de Atendimento à Mulher, Decimária Cardoso, foi um fim de tarde de muita alegria: “Sabemos da importância dessa casa para nossas mulheres. A mulher estará mais confiante em fazer sua denúncia a partir deste equipamento. Parabéns a todas mulheres de Vitória da Conquista que merecem este presente”.

Bastante emocionada, a coordenadora municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Dayana Evelinne Andrade reconheceu: “Agradeço sim ao prefeito e à vice-prefeita que tem um olhar atento para as nossas demandas”. Opinião assentida pela presidente do Conselho Municipal da Mulher, Arlene Ribeiro, uma das primeiras a demonstrar para a gestão municipal a necessidade desse abrigo.

Outro momento tocante da solenidade, que arrancou aplausos dos presentes no auditório da Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente, foi a menção do atual secretário municipal de Desenvolvimento Social, Michael Farias, à vice-prefeita Irma Lemos, sua antecessora no cargo. “Dona Irma consegue agregar a experiência de vida com o compromisso com as minorias. A atenção dela para essa população é uma das marcas dela e, neste momento, não poderíamos esquecer de fazer essa homenagem”, disse.

Também participaram do ato, o coordenador da 2ª Regional da Defensoria Pública, José Raimundo Campos, e o juiz da Vara da Infância e da Adolescência de Vitória da Conquista, Juvino Brito.

A obra – O valor a ser investido na obra é de R$ 684.740,00 (seiscentos e oitenta e quatro mil, setecentos e quarenta reais), oriundo de convênio entre a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista e o Ministério da Cidadania. A empresa Fernandes & Almeida Construtora Ltda. vai ter seis meses para executar os seguintes serviços: terraplanagem, infraestrutura, superestrutura e fechamentos, revestimentos, pintura, instalações hidráulica e elétricas, cobertura, esquadrias e pavimentação.