A educação infantil é o primeiro contato da criança com a vida escolar. Por esse motivo, a Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Educação, vem trabalhando para melhorar cada vez mais a qualidade da educação municipal desde a sua base.

Nessa quarta-feira, 7, professores e monitores da rede que atuam na área de educação infantil participaram de mais um encontro de formação continuada, no Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Alcina Lúcia Simões, coordenadora da Educação Infantil

“Com as formações continuadas, a nossa meta é fazer com que os professores se aperfeiçoem cada vez mais com relação à nova proposta. Temos que fundamentá-los teoricamente e dar todos os subsídios práticos necessários. Estamos trabalhando para fazer da educação infantil de Vitória da Conquista um referencial”, explicou a coordenadora municipal da Educação Infantil, Alcina Lúcia Simões.

Para os educadores, as formações continuadas são importantes e necessárias para o trabalho que é desenvolvido com as crianças em sala de aula. “Gosto bastante das formações e sempre que possível participo. É o momento em que aprendemos muitas coisas e dividimos experiências com os colegas de outras escolas, além de ser uma oportunidade para ampliar e melhorar nosso conhecimento e prática pedagógica”, disse a monitora da turma de 3 anos, no Centro Municipal de Educação Infantil Frei Graciano de Santo Eupídio, Rosely Silva.

Laurita Silva atua há treze anos na rede municipal, na área de educação infantil, e garantiu: “Apesar de ter muitos anos de creche, cada formação é um novo aprendizado. São momentos que considero extraordinários”.

Cíntia Oliveira, monitora da turma de 3 anos, na Creche Municipal Jardim Valéria, destacou de forma positiva a realização das formações continuadas. “Esses encontros são de grande valor. A nova proposta que está sendo trabalhada na rede estimula o aluno a construir o próprio conhecimento e o professor precisa se atualizar sempre e acompanhar os avanços”.

Ivone Queiroz, monitora da turma de 3 anos, na Creche Jurema, partilha da mesma ideia. “As formações são muito necessárias, porque é por meio delas que aprimoramos o nosso conhecimento. Essa proposta da Secretaria de Educação de promover as formações só vem enriquecer cada vez mais o nosso trabalho. É muito gostoso atuar na educação infantil, estou há treze anos nessa área”.

Já para Mª Aparecida Nery, que chegou este ano à rede municipal, a experiência superou suas expectativas. “Tem sido muito gratificante o trabalho com as crianças, e, em relação às formações, me deparei com muitas novidades e dicas bastante proveitosas. Está sendo maravilhoso”.