A revitalização do Parque Municipal Lagoa das Bateias, uma das maiores e mais importantes obras realizadas em Vitória da Conquista nos últimos anos, já retirou, em oito meses de trabalho, mais de 10 mil toneladas só de resíduos orgânicos do leito da lagoa, a exemplo de taboas, responsáveis pela cobertura total do espelho d’água, fora areia e entulho. O investimento é feito com recursos do município.

O serviço, que é realizado pela Prefeitura Municipal, já avançou cerca de 50% da área total de 503 mil metros quadrados da lagoa. Nesses cerca de 240 dias de trabalho já é possível notar as diferenças não somente no surgimento e extensão do espelho d’água, mas também na presença das pessoas que aproveitam o espaço para fazer atividades físicas, passeios com a família, ou simplesmente para contemplar o lago.

A prefeita Sheila Lemos destacou que a revitalização é um projeto grande e ambicioso de um equipamento que estava abandonado e que a gestão municipal assumiu como um presente para Vitória da Conquista. Segundo ela, a obra já vai entrar na segunda etapa, em parceria com a VCA Construtora, responsável pela reforma e projeto de infraestrutura.

“Quando for concluída a segunda etapa já vamos dar funcionalidade e entregar a população de Conquista um dos melhores equipamentos de esporte e lazer da nossa cidade. Aqui na Zona Oeste serão feitas ainda muitas obras e ações que vão mudar totalmente o cenário local. Já iniciamos esta mudança e temos compromisso com a nossa palavra”, afirmou

De acordo com coordenador do Deserg, Lucas Batista, a obra é uma determinação da prefeita Lemos, que assumiu esse compromisso e tomou essa responsabilidade para a sua gestão. “Temos duas equipes trabalhando de forma contínua e empenhadas para que tudo seja concluído o mais rápido possível, conforme determinado pela prefeita”, reforçou.

O secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Jackson Yoshiura, explicou que a partir da conclusão da etapa da limpeza do espelho d’água no entorno do museu, as máquinas da Prefeitura serão realocadas para uma nova posição, dentro do parque, para que sejam iniciadas as obras de melhorias na infraestrutura, com a implementação de diversos equipamentos, como quadras de futevôlei e beach tennis, construção de espaços gastronômico, pet e infantil, revitalização da ciclovia, calçadas e iluminação pública.

Expectativas

Permissionária de um quiosque de alimentos no Parque Municipal Lagoa das Bateias, Noélia Dias trabalha no local desde a inauguração e acompanha com alegria as obras de revitalização e o aumento gradativo do número visitantes na área, que conta com extensão de 56 hectares. “As pessoas não vinham mais aqui porque era só mato, assim que começaram os trabalhos, elas retornaram. Antes, a gente estava aqui dentro do mato, o pessoal só via o telhado do quiosque, mas eu resisti e agora estou aqui vendo o parque ficar bonito novamente”, testemunhou.

Opinião idêntica foi compartilhada pelo militar reformado, Alceu José dos Santos, que mora em frente ao Museu de História Natural da Lagoa das Bateias e faz caminhadas na área todos os dias. “Está uma maravilha! A gente esperava isso há muito tempo. Aqui no final de semana, principalmente, a gente vê o movimento de pessoas, de famílias com as suas crianças. Antes, a gente estava chamando a lagoa de taboa, agora é lagoa, e uma lagoa muito bonita mesmo”, concluiu.