Vitória da Conquista conta com uma das redes de saúde mais completas do interior do país, oferecendo desde Atenção Básica até assistência de média e alta complexidade. Os serviços atendem não só os conquistenses, mas também uma população superior a 2 milhões de habitantes que residem em 76 municípios baianos e em 12 cidades do estado de Minas Gerais. Para garantir o acesso e a qualidade dos serviços, o Governo Municipal investe permanentemente na ampliação e melhoria da rede de saúde.

A secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane de Araújo

A secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane de Araújo, destaca os principais avanços alcançados ao longo dos últimos quatro anos. “Foram grandes vitórias, como a reestruturação física e administrativa da rede e a criação e a implantação de novos serviços. Essas mudanças possibilitaram o melhor atendimento aos usuários, alcançando os propósitos que norteiam o SUS: universalidade e qualidade no atendimento”, ressalta.

Unidade de Saúde Nestor Guimarães

Reestruturação – Nos últimos quatro anos, a Prefeitura de Vitória da Conquista reestruturou a Secretaria Municipal de Saúde, com a aprovação de um novo organograma e a criação da Fundação de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC). Responsável pela administração do Hospital Esaú Matos e do Laboratório Central desde o último dia 2 de janeiro, a FSVC vai possibilitar melhorias aos usuários, prestadores e municípios pactuados, garantindo mais celeridade, por exemplo, nos processos de compra e de contratação de pessoal.

Com o apoio dos governos Federal e Estadual, já foram investidos mais de R$ 5 milhões na construção de 17 postos de saúde e reforma de outros 25 em povoados rurais. Além disso, foram reformadas 30 unidades de saúde da zona rural e urbana e construída uma unidade de saúde na comunidade de Simão.

Novos serviços – Pensando no acolhimento adequado aos idosos com limitações, a Prefeitura implantou o Programa de Atendimento Municipal Domiciliar ao Idoso com Limitação (Pamdil), que já atende mais de mil pacientes.

Também foi inaugurada a primeira Farmácia da Família de Vitória da Conquista, que tem por objetivo o atendimento centralizado e qualificado à população que recebe a sua medicação gratuitamente do SUS.

Para atender crianças e adolescentes com doenças mentais, foi implantado o Centro de Atenção Psicossocial Infantil e Adolescente (CAPS IA), que compõe a Rede de Saúde Mental do Município.

Modernização Com a implantação do projeto Cidade Digital, a população contará com a marcação de consultas, procedimentos e exames nas próprias unidades de saúde. “Além disso, nós estamos estudando a possibilidade de criação do prontuário eletrônico do usuário, que facilitará a relação entre médico e paciente”, acrescenta a secretária. Como parte desse projeto, a população já pode acessar o resultado dos exames realizados no Laboratório Central, por meio do portal da Prefeitura.

Ampliação do acesso – Em Vitória da Conquista, a rede básica será ampliada com novas equipes de saúde da família e construção de unidades de saúde. Já a rede de urgência e emergência contará com a implantação das Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) e a ampliação do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC). “Nossa população cresceu muito desde 1997, e a Administração Municipal tem buscado desde então estabelecer parcerias com todas as instâncias governamentais para possibilitar a ampliação do atendimento que tenho que certeza suprirá as necessidades mais urgentes da nossa população”, justificou Viviane.

Gestão de Pessoas – A valorização dos servidores de saúde e a realização do concurso público da Prefeitura ainda em 2013 são metas que também vão refletir na qualidade do atendimento. Em virtude dos grandes avanços da gestão, 12 equipes de saúde da família tiveram o atendimento avaliado no Programa de Melhora do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) . Oito delas receberam a qualificação “bom” e quatro, “ótimo”. “Nós recebemos, com satisfação, essa avaliação, pois as equipes tiveram a oportunidade de conhecer seus avanços e suas dificuldades e principalmente a avaliação da comunidade. Então acredito que estamos no caminho certo”, comemora Viviane.

Apresentação do projeto de cooperação técnica Brasil/Cuba

Parceria Brasil/Cuba – Por apresentar uma gestão de destaque na saúde, o município foi escolhido pelo Ministério da Saúde para sediar no Brasil uma experiência inédita de controle do câncer na Atenção Básica. O projeto busca promover o intercâmbio de conhecimento e de tecnologias entre a província de Vila Clara, em Cuba, e Vitória da Conquista.