Teve início durante a manhã desta terça-feira, 29, no auditório da Escola de Formação em Saúde, a Oficina de Pactuação Articulada da Programação das Ações de Vigilância em Saúde (Prog-VS) e Sistema de Pactuação de Indicadores (SisPacto) da Macrorregião Sudoeste, composta por seis regiões de saúde, 14a, 19a,20a, 23a, 24a e 30a Diretorias de Saúde (Dires). O evento, realizado pela Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), com o apoio da 20a Dires, contou com a participação de diversas autoridades municipais e estaduais na mesa de abertura.

O objetivo da oficina, que acontece nos dias 29 e 30 de outubro, é construir o planejamento regional baseado nas diretrizes dos planos estadual e nacional de saúde, conforme a Resolução da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) nº 5, de 19 de junho de 2013, que estabelece diretrizes, objetivos, metas e indicadores para os anos de 2013 – 2015, com vistas ao fortalecimento do Planejamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e a implementação do Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde (Coap).

O prefeito Guilherme Menezes fez questão de destacar o momento vivido pela saúde em todo Brasil. “Estamos vivendo um momento de intensos debates, partindo do próprio Governo Federal, que assumiu, por meio do Programa Mais Médicos, o compromisso de garantir médicos em todos os municípios do país. Saúde se faz prioritariamente com gente, não só com equipamentos, mas com acolhimento e atendimento humanizado”, ressaltou Guilherme.

Karoline Rebouças

Márcia Viviane

Segundo a diretora da 20a Dires, Karoline Rebouças, “este é o momento de construção e reflexão acerca das políticas públicas de saúde e de planejar os próximos anos. A Dires está disponível para ajudar os municípios no que for possível”, declarou Karoline.

Representando todos os secretários municipais presentes, a secretária de Saúde, Márcia Viviane de Araújo, destacou a importância do encontro. “Este é o momento de fortalecimento do nosso Sistema Único de Saúde (SUS), de buscarmos as melhorais necessárias no atendimento da nossa população”.

Fernando Vasconcelos

O presidente da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, Fernando Vasconcelos, falou do apoio do Legislativo Municipal aos projetos da saúde. “Nosso papel como vereadores é apoiar encontros como estes, onde todos estão buscando a melhoria do atendimento em saúde”.

José Raimundo Fontes

O deputado estadual José Raimundo Fontes também ressaltou o apoio do Legislativo Estadual às ações da saúde. “Nossa Assembleia Legislativa está sempre apoiando dentro do possível os projetos da saúde do Governo do Estado, que busca ampliar, para o maior número de baianos, as ações de saúde”, falou Fontes.

O secretário Estadual de Saúde, Jorge Solla, encerrou as falas da mesa de abertura, destacando a importância do planejamento das ações do período de 2013 a 2015. “Este é momento de cada município montar o seu Plano Municipal de Saúde (PMS), de planejar os desafios dos próximos anos, nossa principais metas e indicadores”, lembrou Solla.

Jorge Solla

Após a mesa de abertura, Jorge Solla proferiu a palestra magna: O SUS na Bahia, na qual foram apresentados todos os indicadores da Bahia na área de saúde e os desafios para cada município.

Durante dois dias, os municípios estarão fazendo a pactuação das metas, conforme realidades nacional e local, e a pactuação dos 67 indicadores dos SUS, que estão divididos em universais (33) e específicos (34) e servem para o monitoramento e a avaliação dos serviços prestados à população e do alcance das metas pactuadas.