22ª edição do Suas na Comunidade, na vila Simão

A Prefeitura de Vitória da Conquista realizou mais uma edição do Suas da Comunidade, nesta terça-feira (4), garantindo o acesso a serviços essenciais do Sistema Único de Assistência Social (Suas) para a população de comunidades mais distantes do Centro da cidade. Dessa vez, foram beneficiados moradores do Patagônia e da Vila Simão, localizada no Campinhos.

O Suas na Comunidade é um programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), em articulação com outras secretarias do Governo, e em parceria com instituições públicas e privadas, como a Defensoria Pública da União (DPU). Essa é a 22ª edição do Suas na Comunidade, iniciado em janeiro de 2024. Desde então, já foram realizados mais 6 mil atendimentos, alcançando uma média de 4.200 pessoas, residentes na zona rural e nos condomínios Minha Casa, Minha Vida de Vitória da Conquista.

De acordo com a prefeita Sheila Lemos, o objetivo do Governo Municipal é seguir beneficiando cada vez mais pessoas por meio do programa. “O Suas na Comunidade veio para ficar, porque o que a gente quer é encurtar as distâncias. Não vai ser só hoje aqui, ele vai retornar ao Simão novamente quando for necessário. A gente vai fazer isso para que vocês não precisem ir até os espaços onde os serviços são ofertados”, garantiu Sheila Lemos.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias, o Suas na Comunidade dá continuidade à decisão do Governo Municipal de descentralizar os serviços da Assistência Social, a fim de garantir dignidade e facilitar a vida das pessoas. “Hoje, todos os Cras de Vitória da Conquista têm uma equipe do Cadastro Único e do Bolsa Família para atender vocês, onde vocês moram. Então não precisa gastar com transporte e nem acordar cedo demais para ser atendido. Tudo isso faz parte de um compromisso que o nosso Governo assumiu de facilitar a vida das pessoas”, afirmou Michael.

Para a líder comunitária da Vila do Simão, Neusivalda Neres, a ação chegou em um momento que a população mais precisa e serviu para complementar a disponibilização de outros serviços que já são oferecidos na Vila Simão, a exemplo de Saúde e Educação. “A gente está fazendo sempre essas mobilizações em conjunto com a Prefeitura. Aqui é muito parado. Então, trazer atividades culturais e outros serviços essenciais beneficia bastante a nossa gente”, disse a líder comunitária.

A moradora Naiara de Jesus aproveitou a oportunidade para atualizar o Cadastro Único. Ela relatou que, por estar gestante, a dificuldade de ir até os serviços se torna ainda maior. “Assim, a gente que mora distante do Centro consegue ter acesso aos serviços. É muito bom, muito bom mesmo. Muito importante para mim. Valeu a pena, porque eu estou gestante, e sair de casa para resolver essas coisas fica muito difícil. E vindo até a gente fica mais fácil”, relatou a moradora.

Centro de Convivência Conquista Criança

Além da oferta de serviços de Assistência Social, Habitação e de Políticas Transversais, o programa tem sido uma ferramenta de informações e orientações para as comunidades mais vulneráveis. Nesta edição, os participantes também presenciaram uma apresentação de percussão com a banda Batuquê, formada por referenciados do Centro de Convivência Conquista Criança (CCCC) e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Jardim Valéria, que são as unidades socioassistenciais que atendem a região.

Acompanhando a banda, o instrutor Pedro Albert falou da importância da inserção dos jovens da comunidade em programas como esse, que proporcionam o desenvolvimento de habilidades diversas em crianças e adolescentes. “A gente trouxe hoje um pouco do que é oferecido através do Conquista Criança. Ali, nós temos percussão, xadrez e karatê. Além disso, estamos avaliando a possibilidade de iniciar aulas de artes, dança e teatro. Quem quiser fazer parte pode procurar o Cras Jardim Valera e o Conquista Criança. Todas as terças e quintas-feiras, nós temos turmas a partir das 9h e das 14h, para pessoas a partir de 7 anos de idade”.