Servidores que atuam na área de recursos humanos de todas as secretarias municipais participaram, nesta segunda-feira (16), de uma oficina sobre comunicação não violenta por meio das habilidades de linguagem e comunicação no ambiente de trabalho, realizada em parceria com a Faculdade Maurício de Nassau (Uninassau). O encontro foi realizado durante a manhã na Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente.

Ministrado pela psicóloga, professora universitária e consultora em gestão de conflitos Marília Brito, a capacitação abordou a importância de atitudes apoiadas no respeito, atenção e empatia no ambiente de trabalho. Durante a oficina, a palestrante tratou sobre as necessidades emocionais e sociais do ser humano e a importância da valorização, respeito e legitimação de cada uma delas. Marília também explicou que a comunicação não violenta vai além do uso das palavras, mas passa por linguagem corporal e outras atitudes.

Na ocasião, o secretário municipal de Gestão e Inovação, Edivaldo Ferreira Júnior, ressaltou que a oficina fortalece o ambiente organizacional e transforma as relações entre os colegas de trabalho. “É muito importante que a gente tenha essa percepção no dia a dia do nosso trabalho, em que muitas vezes estamos assoberbados pelo fazer, e isso nos preocupa, por isso é importante a empatia e humildade para nos colocarmos no lugar do outro”, completou.

Entre os participantes da oficina estava o engenheiro de segurança do trabalho, Yullo Bonfim. Para ele, o curso ajudou a compreender que dentro e fora do ambiente de trabalho cada pessoa deve ser vista como parte de um todo. “O curso contribuiu para que no ambiente de trabalho cada um possa identificar as situações nas quais estão inseridas e a melhor forma de se comunicar com os colegas”, disse.