A Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre) foi criada em 2013 para adotar uma nova dinâmica nas ações voltadas à qualificação de mão de obra e criar um espaço de diálogo permanente com a classe empresarial.O órgão, que substituiu a Agência Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Renda (ADTR), estimula a implantação de projetos econômicos que promovam o desenvolvimento econômico sustentável do município, incentiva ações de geração de trabalho e renda, fortalece a economia solidária e seu movimento social organizado, além de proporcionar qualificação socioprofissional para a inserção no mercado de trabalho.

Abertura dos cursos do Qualifica Conquista

Qualificação Profissional– O Qualifica Conquista realiza capacitação socioprofissional desde 2011 e apresenta bons resultados, por meio de cursos modulares, palestras, treinamento e atividades de extensão. No primeiro ano, foram oferecidos três cursos e 16 oficinas, atendendo 600 trabalhadores. Em 2013, a Semtre realizou 22 cursos, como Liderança, Telemarketing e Estética Facial, com 789 participantes no total.

Economia Solidária– A Prefeitura, por meio da Semtre, também apoia a organização de empreendimentos coletivos do segmento e proporciona oportunidades de comercialização dos produtos dos grupos solidários. Além disso, atua na difusão do artesanato local e promove a formação e a qualificação de novas pessoas interessadas em fazer parte do movimento solidário.

O artesanato local é valorizado através do Economia Solidária

Quatorze grupos de empreendedores solidários, que reúnem aproximadamente mil associados, distribuídos nas categorias de artesanato, alimentação e prestação de serviços, recebem apoio do Governo Municipal, por meio de atividades de formação e qualificação. Para a população de diversos bairros e da zona rural de Vitória da Conquista, foi criada em 2010 a Escola de Artesanato – uma ação que já qualificou 490 novos artesãos, tornando-se uma grande ferramenta de geração de renda. Além disso, existe um calendário fixo de eventos, que proporciona oportunidades de comercialização dos produtos na ExpoConquista, Dia das Mães, São João e Natal. Além disso, cada grupo possui um calendário de feiras realizadas durante o ano e que contam com o apoio técnico da Prefeitura Municipal, através da Coordenação de Economia Solidária.

O mercado de artesanato funcionará no Complexo Cultural Glauber Rocha

Neste ano, vários projetos já estão sendo colocados em execução, como o Centro de Referência em Economia Solidária (Cresol), que funcionará com a parceria da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) e será responsável pela realização de várias ações de fomento e apoio ao segmento solidário. Já o Mercado de Artesanato, que está em fase conclusiva da edificação da primeira etapa, será um importante equipamento para pequenos empreendedores, que poderão comercializar seus produtos com segurança e infraestrutura adequadas. O prédio assim que estiver concluído terá, além dos boxes; área administrativa; dez sanitários – cinco femininos e cinco masculinos –; duas praças culturais, com cantinas, na quais os visitantes poderão encontrar alimentos típicos da região.

Entrega da Praça da Juventude

Juventude –No dia 22 de setembro, o Governo Municipal entregou oficialmente a Praça da Juventude para a população de Vitória da Conquista. O equipamento, localizado numa área do bairro Guarani, no entorno da Reserva Florestal do Poço Escuro, reúne várias opções de cultura, lazer e prática de atividades esportivas. No espaço, encontram-se laboratório com mostras da fauna e flora existentes no local, auditório com capacidade para cem pessoas, academia ao ar livre, parque recreativo e um anfiteatro para aproximadamente 2.500 espectadores. O investimento total foi superior a R$ 1,19 milhão, entre recursos federais, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-1), e a contrapartida da Prefeitura.

A conferência de abertura do Festival da Juventude – Ano II contou com a presença do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna e com um público de mais de 4 mil pessoas

Além da praça, em 2013 o Governo Municipal realizou a segunda edição do Festival da Juventude, com uma programação totalmente gratuita, composta por debates, palestras, encontros de movimentos sociais, apresentações culturais, shows com artistas locais e nacionais e atividades esportivas.