Atrações musicais nos finais de tarde, aliadas ao teatro e à dança, estão de volta à Praça 9 de Novembro

A partir da próxima terça-feira, 6, às 17h30, os finais de tarde das pessoas que estiverem passando pela Praça 9 de Novembro, na região central da cidade, voltarão a ser semanalmente envolvidos por música de boa qualidade e outras modalidades artísticas, como teatro e dança. Por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, a Prefeitura de Vitória da Conquista prepara a retomada do projeto Tom da Terça – que já promoveu 19 apresentações na cidade. A atual temporada terá 16 apresentações que deverão se estender até setembro, sempre mantendo o local e o horário fixos.

Para a reestreia do projeto, já estão confirmadas as participações da cantora Luiza Saldanha e de um grupo de alunos do Conservatório Municipal de Música, formado por Jaylan Ferreira, Betão Perreira, Pablo Pereira e Mateus Soares.

Experiente em participações nos eventos musicais promovidos pela Prefeitura, Luiza define seu próprio repertório como “bem eclético”, característica que lhe permite apresentar-se, com a mesma desenvoltura, em projetos musicais distintos, como o Natal da Cidade e o Festival do Forró. Deste, Luiza participou nos últimos três anos, classificando-se sempre entre os três primeiros colocados. No evento natalino, a cantora se apresentou no palco alternativo da Praça 9 de Novembro.

Sobre o convite para cantar na estreia do Tom da Terça 2014, Luiza afirmou: “Foi uma surpresa. E é bom, porque a gente se sente reconhecido. “O projeto é uma boa oportunidade para que os artistas da terra mostrem seu trabalho e se sintam valorizados”.

Nagib Barroso

‘Acesso à cultura’ – De fato, o Tom da Terça sempre proporcionou momentos lúdicos de promoção cultural para a população, ao mesmo tempo em que ofereceu oportunidades a diversos artistas, fossem eles emergentes ou já consagrados. No palco do projeto já se apresentou gente do porte de Evandro Correia, Alisson Menezes, Edilson Dhio, Papalo Monteiro, Pereira da Viola, Walter Lajes, Geslaney Brito e Iara Assessu, Rita Pithon e Gutemberg Vieira, além de vários outros.

“O que se pretende, com esse projeto, é a valorização dos artistas locais. E assim as pessoas que estão saindo do comércio, nos finais de tarde das terças-feiras, podem voltar para casa com música e tranquilidade”, observa o secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Nagib Barroso. “Com isso, a Prefeitura propicia aos seus munícipes mais uma oportunidade de ter acesso à cultura”, completou.

‘Diálogo constante’ – Segundo Nagib, outras oportunidades de acesso à cultura serão, em breve, disponibilizadas à população. Está em fase de estudos, na Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, a produção de editais que contemplem outras formas de linguagens artísticas, além da música. Assim que estiverem concluídos, serão divulgados. “Esses editais estão sendo preparados e focados em diversas linguagens. Isso vai permitir um diálogo constante com os artistas da nossa cidade”, afirma o secretário.