O sonho de conquistar a casa própria está a um passo de ser realizado por mais de 500 famílias beneficiadas pelo programa do Governo Federal Minha Casa Minha Vida. Na manhã desta terça-feira, 24, os futuros moradores do Residencial Acácia, localizado no bairro Miro Cairo, compareceram ao Ginásio de Esportes Raul Ferraz para assinar os contratos de suas futuras residências com a Caixa Econômica Federal.

Carlos Eduardo Sousa

“A assinatura significa a realização de um sonho e a oportunidade de recomeçar”. É assim que o jovem Carlos Eduardo Sousa, de 21 anos, morador de rua, descreve a sensação de conquistar a casa própria. Carlos, que mora nas ruas há cerca de dez anos e foi usuário de drogas, não imaginaria que hoje estaria a apenas um passo de ser proprietário de uma unidade habitacional do programa Minha Casa Minha Vida.

A transformação só foi possível graças aos serviços do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para a População em Situação de Rua (Creas Pop), programa do Governo Federal desenvolvido em Vitória da Conquista pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Carlos é uma das 245 pessoas, consideradas em situação de vulnerabilidade social, que são atendidas pelo Creas Pop. Lá, ele conseguiu resgatar a sua cidadania, tirou documentos, participou de cursos profissionalizantes e foi encaminhado para outros serviços desenvolvidos no município.

Para Carlos, a atuação do Creas Pop foi providencial. “Morando na rua eu não tinha nenhuma perspectiva e o pessoal do Creas Pop me estendeu a mão e me ofereceu uma oportunidade melhor. Já faz mais de um ano que eu larguei o vício das drogas graças ao atendimento que recebi no Centro de Atenção Psicossocial (Caps AD). Além disso, também fui cadastrado no Bolsa Família e participo do ProJovem. Eles me ofereceram a mão e eu peguei o braço”, brincou.

Kátia Freitas

A coordenadora municipal de Proteção Social Especial, Kátia Freitas, destacou a importância da integração dos serviços. “É muito importante que os serviços trabalhem de forma integrada proporcionando a inserção dessas pessoas nas políticas públicas, e buscando garantir os direitos fundamentais como saúde, educação. Além disso, os beneficiários também são inseridos no mercado de trabalho e conquistam a sua autonomia”, falou.

Ainda em sua fala, Kátia explica que após a concessão da casa pelo Minha Casa Minha Vida, o acompanhamento será contínuo. “Vamos continuar acompanhando esses beneficiários para dar o apoio que eles necessitam nessa nova jornada”, disse.

Terezinha Silva

Resgate da cidadania – Além de Carlos Eduardo, outros quatro educandos do Creas Pop também serão futuros moradores do Residencial Acácia. Terezinha Silva Santos de 22 anos é uma delas. A sua trajetória de vida não é muito diferente da de Carlos Eduardo, moradora de rua e ex-usuária de drogas, Terezinha foi apresentada aos serviços do Creas Pop por Carlos Eduardo há oito meses e viu sua vida mudar depois disso.

“Quem me levou ao Creas Pop foi Carlos Eduardo, éramos amigos na rua e ele me disse que estava participando desse programa e me levou para conhecer. Lá eu fui super bem tratada, a equipe toda me ajudou e me inseriu em outros serviços, hoje faz oito meses que eu não uso drogas. Eles me ajudaram nos momentos mais difíceis e me fizeram mudar, sou muito grata por isso”, afirmou.

Ambos os moradores comemoram a casa nova que receberão do Minha Casa Minha Vida

Vida Nova – Carlos Eduardo e Terezinha, que namoram há cerca de seis meses, vão recomeçar a vida no Residencial Acácia. “Minha casa nova significa o mundo para mim, poder ter um teto e um lugar seguro para dormir é muito bom. Sei que minha vida vai recomeçar daqui pra frente. , afirmou Terezinha.

Carlos Eduardo disse que vai buscar uma colocação no mercado de trabalho. “Passei todo esse tempo no Creas Pop e nos outros serviços me qualificando e espero que, assim como Deus me abriu essa porta, ele abra muitas outras pra mim. Sei que não vai ser fácil, mas eu vou tentar mesmo assim”, disse.

Sobre o Serviço – Desde 2011, a Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, tem sido pioneira nessa área, com a implantação dos centros de referência especializados em assistência social para a população em situação de rua (Creas Pop Adulto e Creas Pop Criança e Adolescente). O Creas Pop Adulto, por meio de uma abordagem social, visa realizar uma busca ativa, para identificar de onde são esses moradores e porque estão nas ruas. Esse trabalho é desenvolvido por uma equipe de profissionais da área de Serviço Social, Psicologia e por educadores do programa.

Além disso, são oferecidos aos usuários cursos profissionalizantes de corte e costura, pintor, pedreiro, mecânico, eletricista, porteiro, recepcionista, cuidador de idosos, entre outros, por meio das parcerias estabelecidas com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). O Creas Pop Adulto funciona na Avenida João Pessoa, nº 433, Centro. O telefone para contato é (77) 3422-7246.