Reunião contou com a participação de assessores do Ministério da Cidadania, Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos, Ministério da Justiça

Na manhã desta terça-feira (08), a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista realizou reunião em plataforma virtual com representantes do Governo Federal do Ministério da Família, Mulher e dos Direitos Humanos, do Ministério da Cidadania e do Ministério da Justiça com objetivo de traçar estratégias para atendimento à população migrante venezuelana que chegou ao município.

Com 41 migrantes identificados pela Equipe de Abordagem Social, a Secretaria de Desenvolvimento Social vem articulando desde o final de outubro com o Ministério da Cidadania o atendimento a essa população. “Ao identificarmos a demanda, buscamos logo a Polícia Federal e o Ministério para nos orientar a melhor forma de garantir proteção e os direitos a essa população, por isso, nessa segunda reunião nós também temos o relato da experiência da cidade de Santarém e também dos representantes da ONU para questões de migração” explicou o secretário de Desenvolvimento Social Michael Farias.

A articulação desta reunião contou com a parceria da assessora para Ações de Migração do Ministério da Cidadania, Niusarete Lima, que na oportunidade elogiou a organização e mobilização da gestão municipal para o atendimento a essa população: “nós estamos observando a articulação de todas áreas em Vitória da Conquista, saúde, justiça, polícia federal, por isso, a gente acredita que vocês poderão fazer um trabalho bem interessante e estamos aqui para poder contribuir”, declarou Niusarete.

Para a assessora especial da Organização Internacional para Migração (OIM) da Organização das Nações Unidas (ONU), Socorro Tabosa, são muitos os desafios para os municípios que recebem os migrantes, por isso é importante a troca de experiência com outros municípios que passam por essa situação e também a busca do apoio de entes governamentais e não governamentais e explica: “Nosso objetivo principal é promover a migração regular, reduzir a migração forçada e irregular e proteger os direitos de todos os migrantes que chegam”.

Durante a reunião, os gestores da Assistência Social, Governo e Saúde de Conquista e o Sistema de Justiça tiveram a oportunidade de conhecerem a experiência da cidade de Santarém no Pará, apresentada pela assessora técnica da Secretaria de Assistência Social, Gabriele Tayane. O município recebeu migrantes venezuelanos a partir de 2017 e organizou todo atendimento com apoio do Governo Federal e das ONGs que atendem essa demanda no Brasil. “De lá pra cá, nós enfrentamos grandes desafios, articulamos um plano de trabalho e contamos com apoio para sua execução do Governo Federal e do Governo Estadual”, contou Gabriele.

Ao termino da reunião ficou encaminhado um apoio técnico da OIM para capacitação dos técnicos da Assistência Social de Vitória da Conquista e levantamento dos nomes dos venezuelanos sem documentação para que o Ministério da Justiça verifique se há cadastro destas pessoas em algum órgão federal.