Depois de receber em sua igreja um jovem surdo e sentir dificuldades em se comunicar com ele, a dona de casa Arletes Lopes tomou a decisão de aprender a Língua Brasileira de Sinais (Libras). A oportunidade Arteles encontrou no curso de Libras Básico oferecido pela Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico.

Assim como a dona de casa, outros 39 alunos participam do curso, que começou na última segunda-feira, 22, e acontece das 14h às 17h no auditório da Secretaria. “Pretendemos com ações como esta fazer com que a população ouvinte possa interagir com a comunidade surda, criando assim ambientes mais acessíveis”, declarou a professora do curso e servidora municipal Jaqueline França, que é graduada em Pedagogia e intérprete de Libras.

Com duração de 60 horas, o Curso Básico de Libras é mais uma das capacitações desenvolvidas pela Secretaria, explicou o secretário municipal Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, Cláudio Cardoso. “Além desse curso, já estamos trabalhando na oferta de uma capacitação específica para atender pessoas com necessidades especiais com ênfase na inclusão no mercado de trabalho”, completou o gestor sobre a programação para os próximos dias.

Segundo o nutricionista, Dimas Ladeia, o curso de Libras é uma excelente oportunidade de crescimento pessoal e profissional. “Decidi aprender noções básicas da língua de sinais porque recebo muitas pessoas surdas em meu consultório e que sempre precisam vir acompanhadas. Com o que estou aprendendo aqui, pretendo ter um contato mais direto com os pacientes”.

Entre os assuntos ministrados durante o curso estão o histórico da educação de surdos no Brasil, o alfabeto manual, os pronomes pessoais e os sinais de cumprimento. Para o Administrador de Empresas, Jailton Sousa, começar a assistir as aulas já valeu a pena. “Estamos no terceiro dia do curso e tenho certeza que o conteúdo que estou aprendendo aqui me ajudará muito, pois sempre estamos tendo contato com pessoas surdas, seja no trabalho, na igreja ou em qualquer outro lugar”.