Onze novas unidades de saúde estão sendo construídas e outras estão sendo reformadas

Posto de Saúde de Barrocas, na zona rural, entregue à comunidade na última quarta-feira, 17.

Seja na área urbana, seja na zona rural de Vitória da Conquista, são notáveis os investimentos da Prefeitura Municipal no setor de saúde. E, sobretudo, no caso dos investimentos em infraestrutura, o que norteia o trabalho do Governo Municipal é a ideia de oferecer ambientes adequados para que os profissionais da saúde possam exercer seu trabalho de atendimento à população.

Com recursos próprios, a Prefeitura está construindo a nova sede da Unidade de Saúde no bairro Nossa Senhora Aparecida.

A ideia segue uma lógica semelhante ao que está sendo feito na infraestrutura da educação municipal: reforma, construção e ampliação de escolas e creches, a fim de que o processo de ensino e aprendizagem transcorra de forma mais eficaz. Investe-se, assim, na qualidade dos serviços de saúde, tendo como principais beneficiados os usuários.

Os moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, por exemplo, acompanham atentamente a construção da nova sede da unidade de saúde. A Prefeitura está investindo mais de R$ 200 mil na obra, totalmente vindos do tesouro municipal. Assim que estiver concluída, a unidade terá dois consultórios clínicos, um consultório odontológico, farmácia, sala de vacina, sala de procedimento, sala de espera e uma recepção bem maior que a atual, além dos demais ambientes de apoio administrativo.

Sala de atendimento do Posto de Saúde da Lagoa de Maria Clemência, entregue à comunidade na última quinta-feira, 18.

A população rural também vem sendo agraciada com investimentos vultosos em saúde. A Prefeitura está investindo na construção de nada menos que 11 postos de saúde, dos quais dois já foram entregues à comunidade: o de Barrocas, na quarta-feira, 17, e o de Lagoa de Maria Clemência, na quinta-feira, 18.

Estão ainda em construção os postos das comunidades de Matinha, Laranjeiras, Braga, São Joaquim de Paulo, Periquito, Barreiro, Ribeirão, Baixa do Muquém e Baixa da Porteira. A esse conjunto de obras, o Governo Municipal destinou um investimento de cerca de R$ 520 mil, também de recursos próprios. As construções foram solicitadas pela população, por meio do Orçamento Participativo, e por vereadores, através de emendas parlamentares.

O ônibus será utilizado pelos usuários do Centro Municipal de Reabilitação Física e Auditiva (Cemerf).

Reformas – Onde os postos de saúde já existem, a Prefeitura está executando reformas. O investimento é superior a R$ 500 mil, por meio de convênio com o Ministério da Saúde. Estão sendo reformadas as unidades Jardim Valéria, Miro Cairo, Panorama, Bruno Bacelar, Professor Nelson Barros, José Gomes Novais, Inhobim, Hugo de Castro Lima, São João da Vitória, Conveima I e CAE II.

Cemerf – Além de promover construções e reformas de unidades de saúde, a Prefeitura recebeu do Ministério da Saúde, em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, um micro-ônibus totalmente equipado e adaptado para pessoas com deficiência. O veículo, que chegou a Vitória da Conquista no dia 12 de julho, será utilizado pelos usuários do Centro Municipal de Reabilitação Física e Auditiva (Cemerf).

A chegada do ônibus é uma das metas do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limite, uma iniciativa do Governo Federal que tem por finalidade promover, por meio da integração e articulação de políticas, programas e ações, o exercício pleno e equitativo dos direitos das pessoas com deficiência, nos termos da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. São eixos do programa o acesso à educação, a atenção à saúde e a inclusão social.