Dentre as diversas localidades de Vitória da Conquista que estão recebendo obras de pavimentação, está o bairro Sobradinho. Nesta segunda, 9, as últimas etapas desse trabalho foram iniciadas nas ruas A, B e C. O asfalto está sendo aplicado nas ruas graças ao financiamento obtido pela Prefeitura junto ao Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O investimento, considerando a contrapartida do Município, ultrapassam os R$ 27 milhões de reais e deve beneficiar em torno de 39 mil pessoas, não só do Sobradinho, como também do Senhorinha Cairo, Vila América, Morada Real, Cidade Maravilhosa e Terras do Remanso.

O asfalto trouxe satisfação para os moradores. As mudanças têm sido comemoradas no dia a dia, diante das muitas melhorias advindas da pavimentação. Segundo o morador Elias Valverde, algumas ruas enfrentavam o problema de escoamento das águas provenientes dos períodos chuvosos. Com as obras, cuja uma das etapas é a drenagem, essa realidade já é diferente. “Esse é um excelente trabalho. As expectativas para o futuro são ainda melhores”, diz, otimista.

Elias Valverde

Antonieta e Getúlio Sampaio

O casal Antonieta e Getúlio Sampaio residem na localidade há dois anos. Para eles, a chegada da pavimentação estava sendo esperada com contagem regressiva. Eles possuem um pequeno estabelecimento comercial de roupas e acessórios, e, por isso, encaram a mudança como positiva sob muitas perspectivas. “Todo bairro que é pavimentado melhora o seu aspecto em todos os sentidos. Só tem benefícios, pois vai melhorar o comércio e valorizar o imóvel”, afirma Getúlio. A sua esposa revela ainda a possibilidade de eles venderem a residência no futuro: “Talvez a gente não fique aqui, temos planos de ir pra outro lugar, então isso aqui já vai estar mais valorizado”.

Aldeído Oliveira

Morador e funcionário de uma loja de construção civil no local, Adeíldo Oliveira recebeu com entusiasmo as obras de pavimentação. A procura pelos produtos expostos na loja aumentou. “Está todo mundo reformando suas casas”, conta. Para ele, esse é um dos primeiros sinais da valorização que os imóveis locais estão tendo a partir do início da pavimentação. “Quem comprava por R$20 mil agora está comprando por R$50 mil. Todos estão comentando no bairro”, assegura Adeíldo.