Representantes da Executivo e Legislativo municipais se reuniram com locutores de loja, na tarde desta quarta-feira, 14. Durante o encontro realizado na Câmara de Vereadores foi discutida a necessidade de firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com o objetivo de regularizar a utilização de equipamentos sonoros, a prestação de serviços de locutores no comércio e estabelecer medidas para sanar os efeitos da poluição sonora no centro comercial da cidade.

Na ocasião, o coordenador municipal de Posturas, Ciano Filho, destacou a importância de adotar medidas que evitem prejuízos à saúde e ao sossego público. “O intuito do Governo Municipal não é desqualificar os trabalhadores da área e sim dialogar com todos para chegarmos a um consenso”.

O coordenador também explicou que a Secretaria de Serviços Públicos realizará cadastro de todos os profissionais que atuam na área. Com o TAC, os locutores passam a ser responsáveis pelo controle de sons e ruídos provenientes de suas atividades. “Isso será bom para esses profissionais, pois cumprindo a legislação no que diz respeito ao volume do som, farão bem a sua saúde.

Para o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, vereador Cícero Custódio, Câmara Municipal e Prefeitura estarão unidas nessa ação que tem o intuito de trazer benefícios para toda a população. E o locutor Alan Rocha completou: “O que nós queremos é trabalhar em harmonia com todos e continuar executando o nosso trabalho com profissionalismo e dignidade”.

Nos próximos dias, uma comissão formada por locutores, membros do Governo Municipal e da Comissão de Defesa do Consumidor estarão reunidos para dar seguimento aos trabalhos que culminaram na formalização do TAC.