O evento foi promovido com o intuito de integrar equipe, família e educandos assistidos pelo programa

Espaço onde acontece o programa Acolhendo e Cuidando

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, promoveu nessa sexta-feira, 23, o primeiro encontro de apresentação dos serviços do programa Acolhendo e Cuidando – uma ação, pioneira no Brasil, do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para População de Rua (Creas Pop Adolescente). O evento foi destinado às famílias dos educandos assistidos pela iniciativa.

O objetivo do encontro foi promover uma ação integrada de fortalecimento dos vínculos e dos laços afetivos dos adolescentes com suas famílias e com a equipe do programa. Na ocasião, estudantes, acompanhados por profissionais, fizeram apresentações de capoeira, flauta, hip-hop e percussão.

De acordo com o coordenador do programa, Ualy Castro, a proposta é que o encontro se torne um evento mensal. Segundo ele, atividades como essa são importantes instrumentos de transformação. “A gente quer mostrar que aqui tem proteção e tem atividade para resgatar o adolescente para a sociedade e para a família”, ressaltou.

A dona de casa Ilza Santos, mãe de um dos adolescentes assistidos pela iniciativa, conta que há seis meses não tinha contato com seu filho e que teve uma grata surpresa ao reencontrá-lo nas atividades de música do Acolhendo e Cuidando. “Gostei demais das apresentações. Esperava chegar aqui e encontrar outra situação. Fiquei surpresa com o que assisti e muito alegre ao ver meu filho se tornando um músico”, declarou.

O programa Acolhendo e Cuidando foi implantando neste ano em Vitória da Conquista

Durante o encontro, além das famílias dos adolescentes, estiveram presentes a coordenadora de Proteção Especial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Kátia Silene e a defensora pública, Josefina Marques.

Ações – O programa Acolhendo e Cuidando, implantando neste ano em Vitória da Conquista, permite que o jovem em situação de rua e em vulnerabilidade psicossocial passe a ter uma referência de endereço. A ação promove ainda, oficinas de hip hop, vídeo, capoeira e percussão. Todos os adolescentes beneficiados são matriculados em escolas da Rede Municipal e recebem acompanhamento psicossocial.

Como funciona –Adolescentes, de 11 a 18 anos incompletos e em situação de rua, são encaminhados para o serviço através do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e parceiros (justiça, polícia, equipe de abordagem, Cras, Creas, instituições religiosas, entre outras). Após o encaminhamento, o próximo passo é a realização de uma triagem e posteriormente a visita domiciliar.

O programa acolhe adolescentes de 11 a 18 anos em situação de rua

O objetivo maior do Acolhendo e Cuidando é possibilitar o retorno do adolescente para a família. Isso acontece por meio do fortalecimento dos vínculos através de um espaço de convivência acolhedor. No programa, os adolescentes são tratados como educandos, não se trata de internação ou cumprimento de medida socioeducativa. Inicialmente estão sendo atendidos cerca de 20 jovens em Vitória da Conquista.

As instalações do programa contam com espaços recreativos, cantina, e áreas de convivência que servem de abrigo em tempo integral para crianças e adolescentes em situação de rua. O espaço tem caráter de atendimento 24 horas e funciona na Rua 28, nº 20, Conveima II.