Com o objetivo de atender a grande demanda por informações e cadastramento no Cadastro Único (CadÚnico)/Bolsa Família em razão do auxílio emergencial do Governo Federal, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) ampliou o atendimento nos postos de cadastramento que funcionam nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), para todos os dias da semana, de segunda a sexta-feira das 8h às 14h, além do atendimento na Semdes e na Prefeitura da Zona Oeste (Centro Cultural Glauber Rocha) que atendem de segunda a sexta-feira das 8h às 17h.

O Governo Federal lançou oficialmente nesta terça-feira (07), o site para o auxílio emergencial para os trabalhadores informais que não possuem Cadastro Único (CadÚnico) no link:

https://www.desenvolvimentosocial.gov.br/Portal/beneficio-emergencial/beneficio-emergencial-de-600 .

Assim, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), orienta a população trabalhadora informal que não possui CadÚnico, a não procurarem os postos de atendimento do Bolsa Família para se inscreverem neste momento.

Antes de procurar os postos, a Semdes orienta a população a ligar para o telefone: (77) 3429-9437 para tirar dúvidas referentes ao seu cadastro.

Situações em que o beneficiário do Bolsa Família deve procurar os postos de atendimento:

  • Atualização cadastral;
  • Bloqueios;
  • Consultas de benefícios;
  • Liberações;
  • Espelhos de NIS;
  • Inclusões de recém-nascido.

Situações em que se pode esperar o período da pandemia novo coronavírus passar:

  • Mudança de endereço (não bloqueiam nem suspendem benefícios);
  • Mudança escolar (governo decretou 120 dias para essa informação);
  • Realização de exclusão de cadastro atualizado (só após a pandemia);
  • Redução de Novos Cadastros (NC) para 10 pela manhã e 10 pela tarde.