Operários trabalham na construção do Terminal de Passageiros

Membros do Governo Municipal visitaram na tarde desta quinta-feira (14) o canteiro de obras do Aeroporto Glauber Rocha, uma área de 6 milhões de m², localizado a cerca de 12 quilômetros do perímetro urbano. O prefeito Herzem Gusmão e a comitiva* do Governo Municipal foram recebidos pelo diretor de Terminais e Aeroportos da Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia, Denisson Oliveira, e pela engenheira Regina Meireles.

Homens e máquinas trabalham na construção do terminal de passageiros. Essa segunda etapa da obra, fruto de convênio entre os governos Federal e Estadual, envolve recursos de R$ 45 milhões – sendo R$ 28 milhões para a construção do terminal propriamente dito, e os R$ 17 milhões restantes, destinados a outras obras necessárias, como auxílios de navegação e telecomunicação, além de homologações a serem feitas junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Secretaria de Aviação Civil (SAC), entre outros serviços.

Diretor de Terminais fala sobre aspectos da obra

Na ocasião, o diretor de Terminais e Aeroportos falou sobre a previsão de entrega da obra: “Houve alguns imprevistos, mas felizmente esse cronograma foi reajustado e a gente espera ainda no próximo semestre a conclusão das obras e colocar o aeroporto em operação”.

Outro serviço realizado no momento é o acesso de ligação do aeroporto até a BR-116. “Parece-me que daqui a mais 15 dias, o asfalto já estará colocado naquele trecho”, completou Denisson. Os acessos na BR-116 para o aeroporto serão feitos pela VIABAHIA.

O prefeito Herzem Gusmão destacou que já está sendo trabalhado o Plano Diretor da Zona Aeroportuária

O prefeito Herzem Gusmão salientou a presença da Prefeitura para a execução do serviço: “Essa é uma obra importantíssima para a economia regional que nossa cidade merece. Estamos todos juntos, Governo Federal, Estado e Município, trabalhando para conclusão dessa obra. Agora mesmo já estamos trabalhando com a Escola Politécnica da Ufba o Plano Diretor da Zona Aeroportuária para evitar um crescimento desordenado. E isso não vai acontecer em nossa gestão, estamos vigilantes”.

A estrutura implantada no equipamento garante a durabilidade da obra e a capacidade de abarcar novas tecnologias, além da possibilidade de ampliação.

*Fizeram parte da comitiva, o chefe do Gabinete Civil, Marcos Ferreira; os secretários de Finanças, Infraestrutura Urbana, Meio Ambiente, Mobilidade Urbana e Serviços Públicos, respectivamente, Gildásio Oliveira, José Antônio Vieira, Luzia Vieira, Ivan Cordeiro e Paulo César Oliveira; além de coordenadores dessas pastas e da Secretaria de Transparência.

Obra permitirá ampliação