Dentre os compromissos em Brasília, a prefeita em exercício, Sheila Lemos, se reuniu com o diretor de Políticas para Escolas Cívico-Militares do Ministério da Educação (MEC), Gilson Passos. No encontro dessa quinta-feira (11), ela reforçou o pedido de inclusão de Vitória da Conquista no programa federal.

A Prefeitura Municipal solicitou a inserção da Escola Municipalizada Carlos Santana, que conta com 1135 vagas, nas turmas do 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental. A unidade escolar apresenta o IDEB de 3,5. “Destacamos para o diretor do MEC que os alunos desta escola é de vulnerabilidade social e que ela tem uma nota abaixo da média do Ideb, alguns dos pré-requisitos para inserção no programa”, explicou Sheila.

Ainda na ocasião, a prefeita em exercício relatou as experiências que destacam Vitória da Conquista nesse pleito, a exemplo da Escola Municipal Tenente-coronel Manoel Joaquim Pinto Paca, administrada em parceria com a Polícia Militar, e dos avanços no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Em 2019, o Município alcançou a meta estabelecida pela avaliação do MEC nos anos iniciais do Ensino Fundamental, 5.6. Para os anos finais do Ensino Fundamental, a nota foi de 4.6.

“Nossa gestão tem empenhado esforços para a garantia da qualidade da educação e dos direitos dos alunos da rede pública. Compreendemos que esse programa poderá subsidiar a mudança dos índices da educação básica nessa instituição”, concluiu Sheila.