“Não é um projeto de um governo, é um projeto de uma cidade.” Foi assim que a prefeita Sheila Lemos falou sobre o financiamento internacional que o Município está buscando para o maior projeto de obras da história de Vitória da Conquista, assunto de reunião com os vereadores da situação e da oposição, na tarde desta segunda-feira (7), em seu gabinete.

A prefeita e os parlamentares discutiram os trâmites do projeto que autoriza o Município a obter empréstimo de 71,4 milhões de dólares, cerca de R$ 365 milhões no Banco de Desenvolvimento da América Latina, da Corporação Andina de Fomento – CAF. O projeto já foi inicialmente aprovado pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério da Economia e na semana passada foi a vez de a Câmara Municipal dar o seu aval, em primeiro turno.

Estiveram presentes à reunião Adinilson Pereira (MDB), Chico Estrela (PTC), Delegado Marcus Vinicius (Pode), Dinho dos Campinhos (PP), Fernando Vasconcelos (PT), Hermínio Oliveira (PODE), Ivan Cordeiro (PTB), Lucia Rocha (MDB), Luciano Gomes (PCdoB) Nelson de Vivi (DEM), Nildo Freitas (PSC), Orlando Filho (PRTB), Ricardo Babão (PCdoB), Subtenente Muniz (Avante), Valdemir Dias (PT) e Viviane Sampaio (PT). Os demais vereadores justificaram a ausência.

O Projeto de Lei Ordinária do Executivo nº 30/2021 foi aprovado na primeira votação da Casa Legislativa no dia 4 de março. Nesta sexta-feira (11), haverá a segunda votação, e se essa também for positiva, o município dará andamento às etapas seguintes. A expectativa é que o acesso aos recursos comece a acontecer no segundo semestre de 2023, dando início ao maior projeto de obras de infraestrutura da história de Vitória da Conquista, que inclui pavimentação e drenagem de mais de 300 ruas.

“A gente tem o entendimento de que a Câmara reconheceu que é um projeto bom para Vitória da Conquista, então os vereadores de oposição também irão votar na aprovação desse empréstimo internacional, que é muito importante e vai levar Vitória da Conquista para outro patamar. Nós agradecemos à Câmara de Vereadores como um todo, por ter entendido isso”, disse a prefeita.

Na oportunidade, ela também explicou que será criada uma comissão com servidores efetivos da Prefeitura Municipal para acompanhar passo a passo o empréstimo. O objetivo é garantir a lisura do processo e preservar a sua memória ao longo das gestões posteriores. Todos os vereadores presentes foram ouvidos pela prefeita, que tirou dúvidas e recebeu sugestões.

Para o vereador Ivan Cordeiro (PTB), o objetivo é que os recursos cheguem o mais rápido possível ao município. “Importante encontro da Câmara de Vereadores com a nossa prefeita Sheila Lemos, tratando sobre esse financiamento, que vai entrar para a história de Vitória da Conquista, trazendo mais qualidade de vida para os cidadãos conquistenses, em mobilidade urbana e investimento em saneamento. Isso traz resultado positivo para a população”, afirmou.

O vereador Luciano Gomes (PCdoB) destacou que o Poder Legislativo tem uma participação fundamental em todo o processo. “Essa reunião foi importante para a gente debater esse projeto, que está sendo aprovado na Câmara – provavelmente semana que vem já estará aprovado – e que irá transformar a vida do povo de Vitória da Conquista. São obras importantes, várias vias vão ser pavimentadas, sem falar na questão ambiental, que tem uma importância enorme”, disse.

Também estiveram presentes os vereadores Adinilson Pereira (MDB), Chico Estrela (PTC), Delegado Marcus Vinicius (Pode), Dinho dos Campinhos (PP), Fernando Vasconcelos (PT), Hermínio Oliveira (PODE), Lucia Rocha (MDB), Nelson de Vivi (DEM), Nildo Freitas (PSC), Orlando Filho (PRTB), Ricardo Babão (PCdoB), Subtenente Muniz (Avante), Valdemir Dias (PT) e Viviane Sampaio (PT). Os demais vereadores justificaram a ausência.