Entrega contou com a presença de membros do governo e de convidados

Abrindo a semana do aniversário de 182 anos de Vitória da Conquista, foi entregue nesta segunda-feira (7), à prefeita Sheila Lemos, o Plano Municipal de Turismo Sustentável de Vitória da Conquista. O ato ocorreu no gabinete da gestora e contou com a presença de membros da equipe de governo e de representantes de entidades empresariais, industriais e do comércio da cidade. Batizado de “Rosa dos Ventos”, por sugestão do secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Xangai, o documento é resultado de uma parceria entre a Prefeitura e o Sebrae e estabelece as diretrizes para o desenvolvimento da atividade no município.

De acordo com a prefeita, ter um documento único que proporcionasse esse norte de atuação no segmento já era uma demanda antiga não só do poder público, mas sobretudo, de diversas entidades da cidade, a exemplo da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). “Por isso, é motivo de felicidade recebê-lo. Agora, com esse plano em mãos, já temos como apresentar a cidade nessa perspectiva do turismo, dizer o que é que Conquista tem para que possamos trazer mais e mais pessoas para o nosso município, dinamizando a economia e fortalecendo o setor. É preciso ressaltar ainda que a entrega do plano marca o início de um trabalho que, com a participação de todos os atores, será de grande sucesso”, enfatizou a prefeita, agradecendo as parcerias.

Rejane Mira explica como se deu a elaboração do plano

A construção do plano, orientada pela empresa Cria Rumo, consultoria contratada para esta finalidade, se deu num período de aproximadamente seis meses. Ao longo desse tempo, houve a sensibilização, mobilização e escuta dos diversos agentes envolvidos no processo, como proprietários de bares, restaurantes e hotéis, agências de turismo, segmentos do comércio e a própria população, sobre as vocações e potencialidades conquistenses neste setor, como o clima. “Foi um trabalho com metodologia participativa, que resultou na criação de eixos e dentro deles ações não só referentes à Prefeitura, mas também aos segmentos ligados ao setor uma vez que se trata de uma atividade econômica”, enfatizou a consultora da área de Turismo da empresa, Rejane Mira.

Também fez parte do trabalho, a execução de um inventário turístico, de acordo com as diretrizes do Ministério do Turismo. “Evidentemente que Conquista tem uma vocação inata para o turismo de negócios. Entretanto, esse plano vem não só para oficializar a existência da cidade nessa rota turística, mas também na do turismo esportivo, religioso e gastronômico”, comentou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcos Ferreira. Ainda de acordo com ele, como parte da implementação das ações, será montado o calendário de turismo e eventos da cidade, unindo os já existentes aos novos, organizando o setor.


Além dessa atividade, o documento prevê outras ações de curto, médio e longo prazo, como a implantação de um Conselho Municipal de Turismo, aprovado pela Câmara Municipal. “Esse é um documento ‘vivo’. Digo isso, porque ele veio para trazer caminhos que vão nortear a atuação dos diversos atores, mas que conforme formos colocando em prática, retornaremos nele para atualizá-lo. Além disso, a importância dele reside no fato de que ele aponta melhorias e o surgimento de novos negócios. Para nós, hoje o sentimento é de alegria e de responsabilidade”, completou a gerente regional do Sebrae de Vitória da Conquista, Josi Viana, que se colocou à disposição da gestão para novas parcerias.

Por meio do plano, a expectativa da gestão municipal é que ele impulsione a economia da cidade, uma vez que o município estará habilitado a buscar verbas dos governos Federal e Estadual, bem como a instituir um Fundo Municipal de Turismo.