Elas serão beneficiadas com as novas sedes dos serviços assistenciais que estão sendo construídas pelo Governo Municipal

“Posso dizer que eu nasci de novo. Hoje eu sou muito mais feliz, sou um novo homem. Posso andar de cabeça erguida, posso entrar em qualquer lugar”, esse depoimento é de Hudson de Sousa. Ele é baiano de Itabuna, tem 38 anos e viveu em situação de rua por mais de quatro anos. Em 2012, passou a ser atendido pelo serviço de referência especializado para população em situação de rua, executado pela Prefeitura Municipal. “Isso aqui mudou a minha vida, mudou meu jeito ser e de pensar”, assegura.

Hudson de Sousa: “eu nasci de novo”

Hudson é uma das 275 pessoas que são acompanhadas pelo serviço, onde ele diz ter reencontrado a cidadania. “Eu era nada, era um indigente, não tinha documento nenhum; hoje, sou um cidadão”, afirma. “Aqui nós somos tratados bem demais, do modo que nos tratam aqui a gente se sente a vontade, as pessoas nos dão confiança e a melhor coisa do mundo é encontrar quem confie na gente”, destaca ele, que também viveu nas ruas de outras cidades da Bahia e de Minas Gerais. “Mas, em nenhuma eu encontrei o apoio que encontrei aqui em Conquista”, lembra.

Fabiano viveu em situação de rua por mais de 13 anos

A mesma situação de Hudson foi vivida por Fabiano Moraes, conquistense de 34 anos, que esteve em situação de rua por mais de 13 anos. Atendido pelo serviço desde 2013, Fabiano hoje tem sua casa própria e sua cidadania recuperada. “Andei esse Brasil inteiro, cheguei a ir até para o Paraguai. Sofri muito até que resolvi voltar para Conquista, daí aconteceu um acidente comigo e eu não tive mais condições de viver em situação de rua, foi quando busquei o serviço”, conta Fabiano. “Fizeram tudo por mim aqui, fui recebido como um filho”, diz ele como agradecimento à equipe que atua no local.

Elisete de Jesus é uma das 214 pessoas beneficiadas pelo serviço

Quem também recebe atendimento especializado, em Vitória da Conquista, são as famílias em situação de vulnerabilidade social, que tiveram os seus direitos violados ou ameaçados por alguma violência. Esse atendimento é garantido através do serviço de referência especializado de assistência social, que oferta atenção especializada e continuada tendo como foco a família, a situação vivenciada e o acesso a direitos socioassistenciais.

A senhora Elisete de Jesus, moradora do bairro Bruno Bacelar, é uma das 214 pessoas beneficiadas pelo serviço. “Minha filha estava bastante traumatizada e, desde 2011, ela vem tendo acompanhamento psicológico aqui. Por tudo que eu e ela passamos, o serviço nos ajudou muito, encontrei o apoio que eu precisava”, diz ela, que é mãe de três filhos e foi encaminhada para o órgão por meio do serviço de referência em assistência social do seu bairro.

Entre essas pessoas, um ponto em comum: elas serão beneficiadas com as novas sedes dos serviços assistenciais que estão sendo construídas pelo Governo Municipal com recursos que somam mais de R$ 730 mil.