Um caso surpreendente e emocionante ganhou repercussão em todo o estado na última semana: o parto inesperado de uma mãe, que para conseguir dar a luz à sua bebê, contou com a ajuda de um gari. É isso mesmo, Maria Aparecida entrou em trabalho de parto na casa onde mora, no bairro Cruzeiro, em Vitória da Conquista, na quinta-feira (22), e já sem forças conseguiu ainda gritar por socorro. Foi quando o trabalhador da limpeza pública municipal, Alan Passos, ouviu o pedido e conseguiu ajudar.

Alan contou um pouco de como foi essa grande surpresa durante a rotina de trabalho: “Estava passando pela Rua da Corrente, quando ouvi os gritos de socorro, prontamente fui ajudar, e ela já estava sem forças, foi então que coloquei em prática manobras que aprendi durante o curso de bombeiro civil, e tentei realizar o parto da melhor maneira possível. E logo depois chamei o Samu 192, que chegou rápido e elas ficaram sob os cuidados médicos”.

Maria Aparecida e a pequena Ester foram levadas pelo Samu 192 para o Hospital Municipal Esaú Matos, onde receberam atendimento da equipe médica, passaram por exames, e durante o acolhimento, tiveram apoio da assistência social oferecida pela maternidade. Teresa Fátima, assistente social do Esaú Matos, disse que a família ainda não tinha comprado nada do enxoval da bebê, que ainda iria comprar no fim de semana: “Ela ficou muito feliz com esse apoio prestado pela maternidade e parceiros. Ester ganhou roupinhas, banheira e fraldas. O dinheiro que a família iria gastar nesse primeiro momento poderá ser usado para outros objetos”.

Ainda no hospital, Maria Aparecida falou sobre o susto do momento: “Foi um parto que nem eu mesma esperava, as dores vinham e voltavam, mas eu achava que ela ia nascer só em junho, mas a pequena Ester resolveu vir antes da hora”.

A bebê, nascida de 37 semanas, 46 centímetros e 2,200 kg, passa bem, e agora já curte o aconchego e carinho da família em casa.