As feiras livres, além de ser um lugar de comércio, é um espaço de convivência. E qualquer pessoa que vai a umas das feiras administradas pela Prefeitura Municipal percebe a organização e a limpeza geradas nos últimos anos.

“É notório a desobstrução das vias dentro dos mercados. As pessoas podem circular com mais tranquilidade no espaço mais iluminado e limpo. Temos um ambiente organizado com produtos da nossa região e estamos trabalhando para intensificar ainda mais neste sentido para que as pessoas possam usufruir desse espaço como uma zona de comércio e convivência”, descreveu a coordenadora de Serviços Básicos, Thaís Ferraz.

Além da fiscalização e organização diária, nos últimos anos, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos realizou: troca ou reposição dos extintores contra incêndio; manutenção da rede elétrica nos galpões; manutenção dos esgotos internos; manutenção na estrutura física dos banheiros e instalação de lixeiras nas quatro feiras administradas pela secretaria. São elas: Ceasa, Bairro Brasil, Patagônia e Alto Maron.

As ações mais recentes foram realizadas nas feiras da Patagônia e do Alto Maron. Por lá, os feirantes estão satisfeito com a ocupação que escolheram e com o trabalho da Administração Municipal. “Tudo melhorou! Melhorou o esgoto, o banheiro, ninguém vê mais sujeira aqui, não tem o que reclamar da equipe. Muito bom aqui a feira”, afirmou Kau Carrilho, que trabalha na Feira da Patagônia há 11 anos.

Uma demanda antiga dos permissionários, a reforma na rede geral de esgoto foi realizada no último mês de março. “Eu gostei. Aqui só andava entupido e não está mais. Tá beleza. Hoje está tudo bom”, relatou Ercílio Pena, 54, que há cerca de nove anos trabalha na Feira da Patagônia. “Desde 11 anos de idade minha vida é feira. Às vezes dou uma escapulida, trabalho fora, mas sempre feira”, contou o feirante.

A Coordenação Municipal de Serviços Básicos também realizou melhorias e reforma nas escadarias, pintura para cadeirantes e na estrutura da feira, melhoria e reforma na instalação dos funcionários e aprofundamento e limpeza da cisterna.

Para melhor organização da feira do Alto Maron, o trânsito na via lateral foi alterado, rampas de acesso foram construídas e recentemente a caixa d’água de mil litros foi substituída por uma 3.000 mil. “Achei bem melhor. Graças a Deus está tudo beleza. Espero que continue cada vez melhor”, disse o feirante Edmundo da Silva. Oriundo de Boa Nova, Edmundo veio para Vitória da Conquista tentar a vida como pedreiro, mas há seis anos trabalha na Feira do Alto Maron. “Achei melhor. Valeu a pena a mudança. Trabalhar com frutas e verduras é bom”, avaliou o vendedor.

À pedido dos moradores, a Prefeitura de Vitória da Conquista também realizou intervenções nas feiras livres da Urbis V e VI. Na Urbis VI, foram construídos dois banheiros. Já a área, onde é realizada a feira da Urbis V, recebeu uma camada de asfalto e a demarcação dos espaços que são ocupados pelos feirantes.

Revitalização do Ceasa – A fim de proporcionar qualidade de vida e bem-estar para quem frequenta a feira, ordenamento de trânsito e melhor organização do comércio, a Prefeitura Municipal também realiza as obras de revitalização da Central de Abastecimento (Ceasa) de Vitória da Conquista.

A cobertura das galerias de águas pluviais no trecho voltado para a Rua Joaquim Nabuco já foi concluída, modificando o aspecto local. Essa etapa do trabalho fez parte do projeto “Adote uma Praça”, executado em parceria com a empresa Torre Empreendimentos.

No lado oposto da feira, na Rua Catão Ferraz, o Governo Municipal fechou as galerias, realizou a contenção nas paredes das galerias; as obras da rede de captação de águas pluviais a construção dos passeios, a colocação de guarda-corpos em tubo galvanizado e executou os serviços de paisagismo no entorno da feira. Os serviços de pintura estão em andamento.

A última etapa da obra consiste na recuperação do reservatório e de parte das barracas localizadas na área interna da feira, padronização das barracas localizadas próximas ao prédio da Secretaria de Serviços Públicos.