Familiares e amigos de alunos do Conservatório Municipal de Música de Vitória da Conquista prestigiaram, nessa terça-feira, 10, a primeira noite de Audição Musical 2013. Cerca de 400 alunos da instituição estão envolvidos na atividade, que acontece até a próxima sexta-feira, 13, e tem como objetivo apresentar os jovens talentos e os resultados da aprendizagem adquirida pelos alunos ao longo do ano.

Arlaine Bonfim

As apresentações estão sendo realizadas no Memorial Régis Pacheco, a partir das 19h. Segundo a coordenadora do conservatório, Arlaine Bonfim, além das apresentações infantojuvenis em piano, violão e flauta, a atividade conta com apresentações dos corais. “Na sexta-feira, os músicos Pablo Fornasari e Gilberto Figueiredo farão um concerto para pais e alunos”, completou.

Gildelson Felício, secretário de Cultura

O secretário municipal de Cultura, Gildelson Felício, destacou a importância do Conservatório Municipal para a cidade. “Trata-se de um serviço totalmente gratuito e que não faz distinção de idade ou de classe social. Do conservatório já surgiram talentos que estudaram ou estão estudando fora do país, a exemplo do maestro João Omar. O conservatório tem um papel belíssimo, é uma marca da Administração Municipal”.

Fábio dos Anjos e Lindamar Ribeiro

Os pais que assistiram ao recital também destacaram o trabalho do conservatório, que é a única escola de música mantida por uma Prefeitura em todo o estado da Bahia. Para Lindamar Ribeiro, mãe do estudante Victor Samir, as aulas no conservatório são oportunidades muito boas, inclusive para crianças. “Elas se desenvolvem bastante, aprendem a tocar, aprender a ler partituras; os professores são muito bons”. O seu esposo, Fábio dos Anjos, falou sobre o recital: “É muito interessante, porque a gente vê hoje o trabalho que foi feito durante todo o ano”.

Lucineide Lucena

A professora Lucineide Lucena, mãe da aluna Laura Luiza, lembrou que a música tem vários benefícios: desenvolve o intelecto, aumenta a concentração e a integração social. Sobre o Conservatório Municipal de Música destacou: “A questão de ser público é algo que dá um valor maior. Esses alunos estão tendo uma oportunidade áurea de fazer parte dessa instituição. A gente agradece pelo privilégio que é ter aqui em Vitória da Conquista um conservatório como esse. É um benefício não só para os alunos e suas famílias, mas para toda a sociedade”.

Marina Gomes

Os alunos, que estavam empolgados com a apresentação, também falaram sobre a participação nas atividades do conservatório. Para Marina Gomes, 12 anos, as aulas de piano são adoráveis. “Ficamos ansiosos com essas apresentações, mas tudo sempre sai perfeito”, contou.

Maria Clara Leal

Maria Clara Leal, que estuda piano há dois anos, disse: “Eu acho ótimo estar no conservatório, porque é uma oportunidade pra gente aprender música, pois muitas pessoas gostam e não têm oportunidade de aprender”.

Para Davi Raniel, 9 anos, “essa é uma forma de expressar talentos, tocando vários tipos de instrumentos. Também acho importante esse recital, porque podemos mostrar aos nossos pais que estamos nos dedicando e aprendendo”. E André Vaz, que estuda canto-coral completou: “Gosto muito e acho que desenvolvi bastante a minha voz depois que entrei no coral”.

André Vaz e Davi Raniel

Criado em 1974, o Conservatório de Música de Vitória da Conquista oferece gratuitamente cursos de musicalização infantil, piano, teclado, violão, flauta doce e transversal, teoria musical, canto coral, além de acordeom e viola de dez cordas. A instituição atende desde pessoas inexperientes com a música aos profissionais que desejam conhecer novos instrumentos.