Desde maio, os servidores públicos municipais de Vitória da Conquista têm a oportunidade de participar de cursos de aperfeiçoamento oferecidos pela Escola Federativa, uma plataforma criada pela Secretaria Especial de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República e estendida aos municípios. A iniciativa integra o programa Escola de Governo, da Secretaria Municipal de Governo (Segov), e tem gerado impactos positivos nos serviços prestados pelos servidores, como observa a titular da Segov, Geane Oliveira.

Geanne Oliveira em uma casa reuniões com grupo da Escola Federativa

“Temos tido um aumento frequente de servidores buscando a formação. Entendemos que na fase que o governo está, que é de evolução quanto à profissionalização e valorização técnica dos seus servidores, é muito importante fomentar que eles continuem com esse estudo. Pois a formação deles, reflete diretamente na boa qualidade prestada no serviço público para a população. Todos nós, governo e população, ganhamos”, assegurou Geanne.

Uma das servidores que aderiram a programa, Rosênia Tavares, responsável pelo Núcleo de Projetos da Prefeitura, iniciou a capacitação pela chamada trilha básica do conhecimento, que seria, como o próprio nome já diz, uma etapa introdutória. Nela, os servidores têm acesso aos cursos nas áreas de gestão da informação e da documentação, políticas públicas e governo local, gestão orçamentária e financeira, entre outros temas.

A partir desse curso introdutório, Rosênia já fez mais 12 voltados para facilitar a execução do trabalho na gestão pública. “Com isso, criamos fluxos que melhoraram os processos na captação de recurso, desde a publicação até a submissão de projetos a um determinado edital, bem como na condução de cada equipe em gerenciar os projetos em andamento”, afirmou Rosênia.

Para a gerente de regulação do Sistema Único da Assistência Social (Suas), Ana Priscilla Luz, o resultado da participação nos cursos também tem sido positivo. Ela já concluiu os cinco passos da trilha básica. “Todo esse conhecimento agregado com os cursos economiza muito o tempo, pois, informações que eu precisaria parar buscar referência sobre, eu já tenho”, salientou.

Mais conhecimento

Outra plataforma a que os servidores públicos municipais têm acesso é a da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), vinculada ao Ministério da Economia. Atualmente, 409 servidores estão inscritos nos cursos oferecidos pela plataforma que abordam diferentes temáticas, como inovação, liderança, gestão de pessoas e da informação e orçamento e finanças.

Os cursos oferecidos tanto pela Escola Federativa quanto pela Enap são gratuitos, com certificado e abertos a qualquer pessoa interessada em participar, não apenas servidores públicos.