A Câmara Municipal de Vereadores realizou uma audiência pública na tarde de ontem (19), para discutir a indústria, o comércio e o turismo em Vitória da Conquista, tendo como convidados os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Marcos Ferreira; de Infraestrutura Urbana (Seinfra), Jackson Yoshiura; e de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sectel), Xangai, participaram do evento. Os gestores enfatizaram o compromisso da gestão municipal com o desenvolvimento de Vitória da Conquista e destacaram a importância da inciativa

A audiência pública foi proposta pelo vereador Orlando Filho (PRTB)

Para o gestor da SMDE, Marcos Ferreira, a audiência foi muito importante para evidenciar os temas relacionados ao comércio, indústria e turismo, tripé da economia de Vitória da Conquista. “Colocar na mesma página empresários, profissionais, agentes públicos, imprensa e sociedade civil, para discutir e formular propostas que fortaleçam esses setores produtivos, que geram inúmeros postos de trabalham e projetam a boa imagem da nossa cidade, dentro e fora do nosso estado”, avaliou.

Marcos Ferreira também enumerou iniciativas que vem sendo implementadas pela SMDE para impulsionar o desenvolvimento econômico e a geração de emprego e renda no município, a exemplo do SAC Municipal, o Portal Tudo Fácil e a Sala da Mulher Empreendedora.

Em sua fala, Xangai, lembrou que Vitória da Conquista possui um grande potencial na arte e no turismo, destacando a riqueza da cultura produzida pela zona rural. “Muitas das vezes esquecemos que todo canto deste município tem gente fazendo arte. A arte está nas mãos do lavrador, do trabalhador da enxada”, disse. “Nós precisamos trazer para a cidade, para a sede, o valor da cultura que todo o município tem”, completou.

Já o gestor da pasta da Seinfra, Jackson Yoshiura, reafirmou o compromisso da prefeita Sheila Lemos com o crescimento e o desenvolvimento de Vitória da Conquista. Nesse sentido, também reforçou o empenho constante do órgão em executar obras e projetos que favoreçam o comércio, indústria, turismo e segmento civil.