Apresentação dos artistas regionais abriu a terceira noite do Natal da Cidade

Reafirmando que o Natal da Cidade é uma grande vitrine e um espaço fundamental de valorização dos artistas regionais, o palco principal da praça Barão do Rio Branco tem recebido os shows de artistas da terra, selecionados por meio de edital público. Na noite dessa segunda, 17, foi a vez de o cantor e compositor Dinho Oliveira e do poeta e violeiro Elder Oliveira.

“O Natal da Cidade é uma agenda talvez mais importante hoje de Vitória da Conquista porque é a possibilidade de trazer grandes artistas, que fazem a boa música. É isso que traz a mistura boa: o artista regional se apresentando para um público também de um artista regional. Isso faz o projeto render bons frutos”, contou Dinho.

Os artistas apresentaram o show Canções da Esquina, homenageando um dos mais importantes movimentos musicais brasileiros que completa 40 anos, o Clube da Esquina. Elder Oliveira explicou como surgiu a ideia do show: “O Clube é um movimento que influenciou a mim e Dinho desde os nossos primeiros estudos de música. Além disso, essa escola musical influenciou de forma muito forte a música conquistense”.

No repertório, um apanhado de vários compositores do Clube como Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Flávio Venturini. “É um grande privilégio pra gente poder contar com uma diversidade de estilos musicais como essa e ouvir uma homenagem hoje ao clube é, sem dúvida, um enriquecimento cultural para a cidade porque traz um pouco de Minas pra Bahia”, afirmou a professora Virgínia Moraes.

Quanto ao Natal da Cidade, Virgínia assegurou: “eu já tive a oportunidade de passar essa época de final de ano em vários lugares e eu nunca vi uma iniciativa como essa que traga para a praça pública uma diversidade cultural de dança, música entre outros tipos de apresentações culturais”.

A opinião é partilhada por outra professora, Patrícia Sanches. “Esse show é importante por comemorar essa tendência musical tão importante que deu origem a vários artistas no Brasil. É importantíssimo para a divulgação de talentos daqui da região, é a oportunidade de mostrar o trabalho, a competência musical, a seriedade”.