Na manhã do último sábado, 13, a Coordenação LGBT realizou o 1º Café da Manhã para mães homoafetivas. O evento, que contou com o apoio do Grupo de Lésbicas SAFO e da Turma da Amizade, além de comemorar o Dia das Mães, fez parte da movimentação pelo Dia Internacional do Combate à LGBTFobia, lembrado no 17 de maio, que marca a retirada da homossexualidade do CID (Classificação Internacional de Doenças) da Organização Mundial da Saúde, há 27 anos. “O objetivo deste café é reunir as mães homossexuais que encontram dificuldades para criarem seus filhos, por isso é muito importante um encontro assim para troca de experiência, para elas se sentirem amparadas perante a constituição e conhecerem seus direitos enquanto mães. O governo está engajado nas causas LGBT e tenho certeza de que faremos uma gestão com políticas robustas e consistentes para a diversidade”, disse o coordenador do LGBT, José Mário Barbosa.

O encontro foi realizado no Sítio Lagoa Azul, na Vivenda das Flores, no bairro Lagoa das Flores, ambiente alegre, que proporcionou um momento para um bate-papo com 30 mães homoafetivas. Ao som de voz e violão da cantora Nanda Conegundes, elas tiveram um momento de descontração e falaram sobre o significado e o prazer de ser mãe. Entre elas, estava a coordenadora do Grupo de Lésbicas Safo, Rosilene Santana. “A coordenação está de parabéns pela realização deste evento que enalteceu as mães lésbicas, trans e também as mães bissexuais, proporcionando um momento de reflexão e interação”, disse.