Diretores de escolas públicas das redes municipal e estadual, além de representantes de escolas privadas de Vitória da Conquista participaram, nesta segunda-feira, 31, do 2º Encontro Estreitando Laços. A atividade, promovida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), foi realizada no auditório da Rede de Defesa da Criança e do Adolescente e contou com a participação dos conselheiros tutelares e do promotor da Infância e da Juventude, Marcos Coelho.

Segundo a presidente do Comdica, Lenira Figueredo, a reunião teve como objetivo apresentar aos gestores de escolas e creches os novos conselhos tutelares, que atendem os públicos das zonas leste, oeste e rural. “Também aproveitamos a oportunidade para orientar aos presentes quanto aos procedimentos que devem ser realizados quando forem percebidos casos de violação de direitos envolvendo alunos da escola”.

A presidente do Conselho Tutelar da Zona Rural, Patrícia Galvão, falou sobre a importância da existência do Conselho Tutelar Rural. “Temos muitos casos de violação de direitos na zona rural, por isso achamos muito bom o Governo ter aberto espaço para que o direito a assistência social chegasse ao homem do campo”.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Miguel Felício, lembrou a necessidade da parceria entre a Rede de Proteção da criança e do adolescente e as escolas. “Precisamos trabalhar juntos no sentido de garantir os direitos das crianças e dos adolescentes. Com os conselhos tutelares, a população tem mais possibilidade de acesso, atingido um maior número de pessoas”.

Promotor Marcos Coelho

Após ouvir as dúvidas de alguns dos diretores presentes, o promotor da Infância e da Juventude, Marcos Coelho, salientou: “É necessário o olhar atento dos professores, que estão mais próximos dos alunos, para que, ao perceberem algum problema, acionem, o mais rápido possível, o Conselho Tutelar, que fará a verificação na família e na criança”.