Trinta alunos do Colégio Estadual Ademário Pinheiro, no Alto Maron, tiveram, nesta terça-feira, 17, uma tarde de entretenimento e reflexão. “Bullying – Provocações sem limites” foi o filme assistido e bastante debatido em mais uma edição do CineJuv, projeto realizado pela Coordenação Municipal da Juventude.

O comentário sobre o tema abordado ficou por conta da professora do curso de Psicologia da Uesb, Roberta Bolsan. A psicóloga falou sobre os tipos de bullying,que se caracterizam por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva por uma ou mais pessoas.

Para Roberta Bolzan, é necessário esse tipo de trabalho. “Estes alunos estão em uma fase de conflitos, característica da faixa etária. E o bullying tem relação ao autoconceito. Enquanto eles não têm isso bem definido, esse trabalho de autoconceito e motivação deve ser feito sempre”.

A garotada se abriu e relatou situações vivenciadas. A aluna do 5º ano, Ana Carolina Oliveira, concordou que é importante tratar desse tema com a sua turma. “Em nossa sala tem muitobullying, preconceito com as outras pessoas, e isso precisa melhorar”, contou.

“Geralmente, a equipe da escola identifica alguma demanda e nos convida para abordar esse tema em especial; nós desenvolvemos um projeto e implantamos nas instituições de ensino interessadas”, comentou Fernanda Ferraz, que integra a Coordenação da Juventude, sobre como se dá a escolha do filme e a realização do projeto em locais externos ao Estação Juventude.

Ficou interessado pelo projeto? Ou quer agendar uma sessão? Entre em contato com a Coordenação da Juventude pelo telefone (77) 3429-3166.