A concentração para a caminhada aconteceu na Praça Sá Barreto

Refletir sobre o respeito do envelhecer e todas as suas implicações é o objetivo principal do Dia Internacional do Idoso, lembrado neste 1o de outubro. Para comemorar a data, a Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio do Centro de Convivência do Idoso, preparou uma programação especial que começou ontem (terça-feira) e se estenderá até o final do mês.

“Esta é uma data instituída pela ONU e que traz nela toda importância do cuidado que devemos ter para com a pessoa idosa. O governo municipal tem cumprido este papel com a oferta de vários serviços socioassistenciais para os idosos de nossa cidade nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e o Centro de Convivência do Idoso”, ressaltou o diretor de Assistência Social Michael Farias.

Michael lembrou das ações socioassistenciais para o público idoso do Governo Municipal

A programação conta com passeios, palestras, viagens e apresentações dos grupos do Centro de Convivência em outros espaços. “Essa é uma programação que foi preparada desde o final de agosto e tem por objetivo homenagear os idosos. Começamos com esta caminhada no Poço Escuro, mas temos até o dia 30 de outubro muitas atividades para comemorar e ressaltar a importância do idoso em nossa sociedade” destaca a gerente do Centro de Convivência Rita Amaral.

O passeio desta terça-feira (01) teve a participação de idosos que frequentam o serviço e também do grupo Sempre Viva do Sesc. “Hoje é um dia muito importante e este passeio está maravilhoso aqui no Poço Escuro, porque eu morei muito tempo na roça e aqui me faz lembrar este tempo”, comentou Maria Isabel da Silva Santos (65), que frequenta o serviço da Prefeitura há quatro anos.

A programação do mês do idoso conta com viagens, passeios, palestras e apresentações

Quem também participou do passeio foi José Martins Sena (72), “quando você chega aqui num lugar desse, com tanta gente, você sente que tem valor. Nós temos muito valor porque temos muita experiência, a gente vai vivendo e vai aprendendo”, destacou. Ele frequenta o serviço há um mês e está muito satisfeito, “eu estou adorando o centro, se eu soubesse que era tão bom já estava frequentando há mais tempo”, salientou.

Martins se sentiu valorizado com a programação especial